Notícias

Artigos com a tag " gás natural"

Mais dois estabelecimentos comerciais aderem ao gás natural em Campina Grande

25 abr 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_9962

A Companhia Paraibana de Gás (PBGás) está ampliando a sua atuação em Campina Grande  e já conta com 24 clientes com a adesão este mês de mais dois estabelecimentos na Avenida Odon Bezerra – ambos de propriedade do comerciante Francisco Pereira da Silva –, que começaram a operar com o gás natural canalizado.

O diretor técnico comercial da PBGás, Jailson Galvão, destacou que, como forma de impulsionar o crescimento do segmento comercial, a companhia iniciou em maio do ano passado uma política de incentivo para os comerciantes que converterem os estabelecimentos para o gás natural canalizado.

Aderiram ao gás natural canalizado uma das pastelarias mais tradicionais de Campina Grande, a Ki Pastel da Liberdade, e a Pizzaria e Panquecaria Liberdade. Com mais de 25 anos no mercado, a Ki Pastel é considerado um caso de sucesso e atrai clientes de toda cidade a procura da especialidade da casa, o pastel com repolho, e do atendimento de qualidade.

De acordo com o gerente regional da PBGás, Renato Vilarim, as perspectivas são de crescimento nas ligações de comércios e shoppings em Campina Grande devido as vantagens como comodidade, segurança, economia e também o incentivo que a companhia fornece ressarcindo os custos de instalação de acordo com as regras da política comercial.“Campina Grande possui uma forte vocação comercial e industrial e, portanto, estamos trabalhando na perspectiva de ampliação da rede de distribuição para atender esses segmentos com um combustível mais moderno, eficiente e ecológico”, destacou Renato.

O comerciante Francisco Pereira da Silva afirmou que,como já utilizava o gás natural em sua residência e sabia das vantagens, estava esperando a chegada do gás canalizado em seus estabelecimentos e, com os incentivos da PBGás, não teve dúvidas em aderir ao energético. “Estou muito satisfeito com o gás canalizado, primeiro pelo preço ser melhor que o GLP, depois pelo incentivo da PBGás na instalação e pela comodidade de não necessitar de reabastecimento, o que é muito importante para o meu tipo de negócio”, explicou.

Francisco Pereira lembrou que algumas vezes em pleno final de semana recebeu ligações de funcionários dizendo que o gás tinha acabado, ocasionando um grande transtorno e até o fechamento do estabelecimento até reestabelecer o serviço. “Com o gás natural canalizado esse tempo ficou para trás e o fornecimento contínuo nos dá muito mais tranquilidade para trabalhar”, destacou o empreendedor.

 

Perfil Empreendedor – O paraibano Francisco Pereira abriu a pastelaria Ki Pastel em 17de dezembro de 1993, após retornar de São Paulo, onde trabalhou como metalúrgico e abriu um bar. De volta à Campina Grande abriu um mercadinho no início dos anos 90, mas mudou para o ramo de alimentação fora do lar com a compra de uma pequena pastelaria no bairro da Liberdade, que cresceu e se destacou frente à concorrência. Hoje seu Francisco possui duas pastelarias e uma pizarria e paquecaria em Campina Grande, que geram 60 empregos diretos.

PBGás apoia equipe de basquete sobre rodas que disputará campeonato nacional

10 jan 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

 

img_0712

A PBGás e a Associação Atlética das Pessoas com Deficiência (AAPD) firmaram contrato de patrocínio em benefício da equipe de basquete sobre rodas, atual campeã da 2ª divisão do campeonato brasileiro, e que em 2017 disputará o torneio da elite nacional. O contrato de patrocínio, no valor de R$ 12 mil, foi assinado nesta terça-feira (10) pelos diretores da companhia George Morais (presidente) e David Mouta (Diretor administrativo financeiro), pelo representante da AAPD, Jean Klaud Azevedo e contou com as presenças da deputada estadual Estela Bezerra e do técnico do basquete sobre rodas, Romero Ramos.

Para o presidente da PBGás, George Morais, iniciativas de responsabilidade cidadã e que promovam a inclusão social fazem parte da cultura da Companhia, sempre atenta à parcerias e políticas que possam incentivar o esporte paraibano. “A PBGás estimula programas de qualidade de vida e acredita no crescimento pessoal através de atividades físicas. Esses atletas paraolímpicos são exemplos de superação e nos inspiram na missão institucional de gerar energia e desenvolvimento para superação dos desafios”.

De acordo com o diretor administrativo financeiro da PBGás, David Mouta, a companhia vem adotando como prática o incentivo ao esporte, a exemplo do exitoso apoio à Federação dos Esportes Aquáticos (FEAP) e que revelou atletas com títulos nacionais, sendo o momento de colaborar com a equipe de basquete sobre rodas. David lembrou a dificuldade desses atletas de alto rendimento competirem com times de ponta e que a PBGás tem a satisfação em poder contribuir para a melhoria de qualidade de vida dos cidadãos paraibanos.

A equipe de basquete sobre rodas da AAPD possui 15 atletas e comissão técnica e este ano disputará a 1ª divisão do campeonato brasileiro de basquete sobre rodas. O vice-presidente da AAPD e atleta, Jean Klaud Azevedo, afirmou que o patrocínio possibilitará o crescimento da modalidade e ajudará a trazer mais adeptos ao paradesporto paraibano que já é referência nacional, além de proporcionar melhores condições de treinamento à equipe.

Segundo o técnico do time de basquete sobre rodas, Romero Ramos, o objetivo é ficar entre os três primeiros do campeonato brasileiro que acontecerá no 2º semestre deste ano. “Não é uma tarefa fácil, mas confiamos no nosso potencial e ficamos felizes que a PBGás também acredite”, completou.

 

 

PBGÁS abre chamada pública para empresas de instalação e conversão de gás natural

17 jun 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

A PBGÁS publicou chamada pública na edição desta quarta-feira (17) do Diário Oficial do Estado, para o credenciamento e cadastramento de empresas prestadoras de serviços no estado da Paraíba, que têm como objeto social atividades de construção/reforma de Instalações Internas de gás, conversão, modificação ou adaptação de aparelhos a gás, assistência técnica em redes internas e aparelhos residenciais e comerciais a gás.

O cadastramento das empresas interessadas deverá ser feito no período de 22/06/2015 a 03//07/2015, com os seguintes documentos conforme a Chamada Pública em anexo. De acordo com o gerente de Mercado Residencial e Comercial, Renato Vilarim, o objetivo da chamada pública é melhorar a qualidade do serviço prestado aos clientes que utilizam gás natural residencial e comercial.

O cadastramento será realizado após as empresas cumprirem os critérios do credenciamento, terem seu corpo técnico capacitado conforme treinamento promovido pela PBGÁS juntamente com instituição conveniada. As empresas também vão firmar termo de compromisso, através do qual se comprometem a atuar em regularidade com as normas técnicas e de segurança.

As empresas que atenderem todos os critérios estarão cadastradas como empresas prestadoras de serviços indicadas pela PBGÁS, quando teremos os nomes das mesmas publicados até 1º de agosto deste ano. A partir desta data as empresas estarão aptas a prestarem serviços aos clientes e consumidores da companhia de acordo com os respectivos objetos registrados na junta comercial.

Os interessados poderão obter maiores informações junto a Gerência de Mercado Residencial e Comercial da PBGÁS, na sede da companhia localizada na Avenida Epitácio Pessoa, nº 4.756 ou pelo telefone 0800 281 0197.

Chamada Pública - Credenciamento de empresas prestadoras de serviço no Estado da Paraiba.

 

 

 

 

 

Cresce em 20% conversões de veículos a gás natural na Paraíba

2 jun 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Imagem 837 site 2

As conversões de veículos ao gás natural nas oficinas de João Pessoa e Campina Grande cresceram 20% de fevereiro a maio deste ano. A informação foi repassada pelo presidente do Sindicato das Instaladoras de Gás Natural Veicular na Paraíba (Sindign), Onildo Araújo, que prevê um crescimento do mercado de GNV em 2015. De acordo com Onildo Araújo, fatores como a alta no preço da gasolina, redução no preço dos kits de conversão e a campanha da PBGÁS estimularam o aumento das conversões na Paraíba. “Mesmo a gasolina tendo aumentado de preço no início do ano, somente nos meses seguintes com a chegada da fatura do cartão de crédito com o impacto desses reajustes, é que as pessoas começaram a procurar mais as convertedoras de GNV”, explicou.

A PBGÁS lançou no último dia 23 de abril a campanha “Com GNV, seu bolso agradece”, destacando a economia de mais de 50% do gás natural em comparação à gasolina. O presidente da PBGÁS, George Morais, afirmou que já é possível verificar uma procura maior nas convertedoras credenciadas, pois a campanha também esclarece que, além de ser mais barato, o carro movido a gás natural tem rendimento 30% maior que a gasolina.

George Morais destacou que a PBGÁS já começou a pagar os bônus de R$ 600,00 e R$ 450,00, respectivamente para os motoristas que instalaram kits de GNV de 5ª e de 2ª geração, vigentes desde o início da campanha. “É um ótimo estímulo para as conversões e que incentiva o usuário neste período de sucessivos aumentos, possibilitando um alívio no seu orçamento e fazendo com que em poucos meses o motorista recupere seu investimento”.

Para o empresário Maécio Farias, proprietário de uma convertedora em Campina Grande, desde o mês de março a procura por conversões vem aumentando e chegando a 60% este mês. “Cada vez mais motoristas estão sentindo o impacto da gasolina no bolso, então com a campanha da PBGÁS mostrando a economia do GNV, tendem a optar pelo gás natural e vêm se mostrando satisfeitos com seus benefícios de melhor e maior autonomia”.

Adeilmo Nunes também tem uma convertedora em Campina Grande e está empolgado com o crescimento da procura pelos kits GNV. “Estamos observando um aumento da procura de 55%, principalmente nos kits de 5ª geração e também em caminhonetes e SUVS. As pessoas fazem questão da grande economia e da melhor conservação do motor pelo GNV, que por ser um combustível limpo e com uma queima mais eficiente, reduz o risco de carbonização do motor. O resultado é que o carro movido a gás natural atinge uma quilometragem maior que outros combustíveis e não danifica o equipamento”, explicou o empresário.

 

Cresce em mais de 120% residências que utilizam gás natural em João Pessoa

12 mai 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

8 mil compactado

O número de ligações de prédios residenciais ao gás natural em João Pessoa cresceu mais de 120% no mês de abril em comparação ao mês de março deste ano. Segundo dados da PBGÁS, no mês de março foram realizadas 137 ligações, enquanto abril fechou com 311 ligações com a adesão de mais 7 edifícios.  Com as novas ligações, a PBGÁS atinge a marca de 8.611 unidades residenciais atendidas com o gás natural, com a adesão de 225 edifícios. Somente este ano foram realizadas 805 ligações residenciais na Capital paraibana, sendo 181 em janeiro, 176 em fevereiro, 137 em março e 311 em abril.

O diretor técnico da PBGÁS, Carlos Vasconcelos destacou que, somente este ano, a companhia está investindo mais de R$ 3,5 milhões na ampliação da rede de distribuição de gás natural em João Pessoa, atenta de crescimento dos mercados residencial e comercial.

De acordo com Carlos Vasconcelos, este ano existe uma tendência de crescimento do ritmo das ligações em relação ao ano passado acompanhando fatores como a ampliação da rede de distribuição do gás natural em João Pessoa e o crescimento do mercado imobiliário.     “Com a elevação dos preços do metro quadrado dos terrenos, as construtoras perceberam que ao dotar o empreendimento com suprimento de gás natural através gasodutos da PBGÁS, os arquitetos podem dar um uso mais otimizado (playground, vaga de estacionamento, armários) ao espaço que seria ocupado pelos cilindros de armazenagem de GPL.”

O gerente de Mercado Residencial da PBGÁS, Renato Vilarim, destacou que o gás natural em João Pessoa e em Campina Grande vive um momento de expansão e que cada vez mais as pessoas vão entender os benefícios em relação ao GLP, ou gás de cozinha, como ser mais seguro por se dissipar rapidamente no ambiente, ter um fornecimento contínuo, ter um preço competitivo e ser bem menos poluente.

Renato explicou que em uma residência o gás natural pode ser utilizado para funcionamento de fogões, fornos, e em substituição dos chuveiros elétricos e ar-condicionado com significativa redução na conta de energia. “A pessoa pode nos procurar que estaremos prontos para instalar o gás natural e mostrar que o combustível oferece o melhor custo benefício”.

O síndico do edifício Recanto das Artes, localizado em Miramar, Roberto Chaves Pinheiro, começou a utilizar o gás natural em 60 apartamentos há 1 mês e disse que, como administrador, já sente alguns benefícios como a praticidade, a segurança e o respeito ao meio ambiente. “Apesar de estar utilizando o gás natural há pouco tempo, já dá para sentir benefícios em relação ao GLP como não precisar ligar duas ou três vezes no mês para abastecer o botijão e pelo gás natural oferecer muito mais segurança”, destacou.

Ampliação- A rede de distribuição do gás natural contempla os bairros de Tambaú, Manaíra, Cabo Branco, Altiplano, Miramar, parte da Torre, parte do Jardim Oceania, e Distrito Industrial, onde várias indústrias operam com o combustível. Este ano a rede está sendo ampliada nos bairros de Jardim Oceania contemplando as avenidas Fernando Luiz Henrique e Argemiro de Figueiredo e também Miramar e Manaíra, onde estão sendo inaugurados novos edifícios.

 

 

 

Lojistas de shopping optam pelo Gás Natural e ficam satisfeitos com resultados

16 abr 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Lojistas de shopping optam pelo Gás Natural e ficam satisfeitos com resultados

 

          flames of gas

Os lojistas da Praça da Alimentação do Mangabeira Shopping que optaram pelo gás natural estão satisfeitos com a utilização do combustível pela segurança, comodidade e economia proporcionada. Inaugurado no final do ano passado, o empreendimento já conta com 16 restaurantes, lanchonetes e um boliche operando suas cozinhas dentro do conceito do gás natural.

         De acordo com o gerente geral do Mangabeira Shopping, Antônio Ferreira, a administração do empreendimento e os lojistas estão satisfeitos com o funcionamento do gás natural que nestes quatro meses de operação não registrou nenhuma intercorrência ou reclamação. “Minha satisfação hoje é maior porque minha preocupação é menor do que quando trabalhava com o GLP e tinha que pagar duas ou três notas por mês e estar sempre atento à reserva. Outro fator é a segurança, já que não é mais necessário os caminhões de abastecimento que causava transtornos e risco de acidentes”, explicou.

O empresário Ronaldo Rocha, do restaurante Chinatown, disse que já trabalhou com o gás butano, mas prefere o gás natural por ser mais leve e limpo, pela comodidade de não precisar estar duas ou três vezes por semana abastecendo os botijões e pela segurança. “É um gás mais seguro e mais econômico pela comodidade de não precisar de espaço para estocagem, o que é muito importante em estabelecimentos nos padrões de shoppings centers. Estou satisfeito, pois o gás natural atende a todas as minhas expectativas”.

Visão de futuro- A PBGÁS investiu mais de R$ 500 mil na ampliação da sua rede de distribuição com uma extensão de 870 metros de tubulação em aço da avenida principal do conjunto dos Bancários até a área do empreendimento.

O diretor Técnico e Comercial da PBGÁS, Carlos Vasconcelos, acredita no desenvolvimento dos bairros de Mangabeira e Bancários, especialmente depois da instalação do shopping. “A tendência é assistirmos a um “boom” imobiliário e a expansão de novos empreendimentos comerciais que têm no gás natural um insumo importante, não só para o uso do aquecimento de água e cocção como também para geração de energia”.

Para Carlos Vasconcelos, é desejável que essa nova fronteira de desenvolvimento urbano já encontre a rede de distribuição de gás natural prontas para atendê-la. “Dessa forma a PBGÁS direciona parcela importante de seus recursos para a expansão da rede de distribuição naquela área”, explicou.

   O gerente de Mercado Residencial e Comercial da PBGÁS, Renato Vilarim, destacou que fatores contribuem para a eficiência e praticidade do gás natural. Ele destacou a segurança, já que o combustível se dissipa rapidamente no ar, a comodidade em relação ao abastecimento que acontece de forma ininterrupta e sem a necessidade de utilização de caminhões e de espaços de estocagem no estabelecimento.

         Vilarim informou que atualmente 147 estabelecimentos comerciais no Estado utilizam gás natural e que a meta é continuar crescendo enquanto houver clientes que não estiverem consumindo. “Neste contexto, estamos abertos a esclarecer sobre a melhor forma para a utilização do gás natural no aspecto da economia por fatores como a queima completa do combustível sem deixar resíduos e poluentes e na melhoria da eficiência energética do seu empreendimento”, completou.

Bônus de R$ 450 a proprietários de veículos que instalarem o kit GNV

3 mai 2012   //   por Gerência de Comunicação Institucional   //   Notícias

A companhia distribuidora de gás natural na Paraíba, PBGÁS, está em plena campanha de incentivo aos proprietários de veículos para instalação do kit GNV – Gás Natural Veicular. A campanha teve início na semana passada e está recebendo várias adesões. Além de orientar sobre as vantagens do GNV em relação ao combustível líquido, a PBGÁS ainda lançou, nessa campanha, um benefício financeiro para os primeiros 400 proprietários de veículos que fizerem a instalação do kit. Leia mais >>

PBGÁS interliga primeira empresa de recapagem de pneus

23 abr 2012   //   por Administrador   //   Notícias

O gás natural canalizado chegou à primeira empresa da Paraíba especializada em recapagem de pneus. A Casa dos Pneus Boa Viagem, situada no município de Bayeux, já está utilizando o novo combustível em suas caldeiras de cozimento de borrachas, substituindo a lenha e o uso de óleo.

“Tratando-se de um serviço considerado poluente, em virtude da queima de óleo ou lenha nas caldeiras, a adesão para gás natural é uma iniciativa pioneira nesse ramo de atividades, aqui no Estado da Paraíba”, disse o diretor-presidente da PBGÁS, Zenóbio Toscano. Leia mais >>

Primeiros taxistas instalam kits de gás natural financiados pelo Empreender PB

20 abr 2012   //   por Administrador   //   Notícias

Tiveram início esta semana as adesões de taxistas à linha de financiamento do programa Empreender-PB para instalação do sistema de gás natural em seus veículos. Até a manhã dessa quarta-feira (18), somente em uma empresa convertedora, no centro de João Pessoa, nove automóveis já tinham começado a instalação dos kits, segundo informou o empresário Onildo Araújo, proprietário da empresa. Leia mais >>

PBGÁS comemora a marca de 3 mil residências com gás natural

16 abr 2012   //   por Administrador   //   Notícias

A Companhia Paraibana de Gás comemorou nesta sexta-feira mais uma vitória: alcançou a marca de 3 mil clientes residenciais utilizando o gás natural na cidade de João Pessoa. Foram ligadas 500 moradias em menos de dois meses, desde o último anúncio das 2,5 mil unidades, em fevereiro passado.

O volume foi atingido a partir da ligação do Residencial Ilha de Tassos, edifício localizado no bairro do Cabo Branco, à Rua Francisco Araújo, próximo ao final da Avenida Beira Rio e com 28 apartamentos no total. O presidente da empresa distribuidora do gás natural na Paraíba, engenheiro Zenóbio Toscano, informou que a PBGÁS vem se notabilizando na expansão de seus gasodutos para atender a essa demanda do segmento residencial. Leia mais >>

Páginas:12»