Notícias

Artigos com a tag " economia"

PBGÁS abre chamada pública para empresas de instalação e conversão de gás natural

17 jun 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

A PBGÁS publicou chamada pública na edição desta quarta-feira (17) do Diário Oficial do Estado, para o credenciamento e cadastramento de empresas prestadoras de serviços no estado da Paraíba, que têm como objeto social atividades de construção/reforma de Instalações Internas de gás, conversão, modificação ou adaptação de aparelhos a gás, assistência técnica em redes internas e aparelhos residenciais e comerciais a gás.

O cadastramento das empresas interessadas deverá ser feito no período de 22/06/2015 a 03//07/2015, com os seguintes documentos conforme a Chamada Pública em anexo. De acordo com o gerente de Mercado Residencial e Comercial, Renato Vilarim, o objetivo da chamada pública é melhorar a qualidade do serviço prestado aos clientes que utilizam gás natural residencial e comercial.

O cadastramento será realizado após as empresas cumprirem os critérios do credenciamento, terem seu corpo técnico capacitado conforme treinamento promovido pela PBGÁS juntamente com instituição conveniada. As empresas também vão firmar termo de compromisso, através do qual se comprometem a atuar em regularidade com as normas técnicas e de segurança.

As empresas que atenderem todos os critérios estarão cadastradas como empresas prestadoras de serviços indicadas pela PBGÁS, quando teremos os nomes das mesmas publicados até 1º de agosto deste ano. A partir desta data as empresas estarão aptas a prestarem serviços aos clientes e consumidores da companhia de acordo com os respectivos objetos registrados na junta comercial.

Os interessados poderão obter maiores informações junto a Gerência de Mercado Residencial e Comercial da PBGÁS, na sede da companhia localizada na Avenida Epitácio Pessoa, nº 4.756 ou pelo telefone 0800 281 0197.

Chamada Pública - Credenciamento de empresas prestadoras de serviço no Estado da Paraiba.

 

 

 

 

 

Cresce em 20% conversões de veículos a gás natural na Paraíba

2 jun 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Imagem 837 site 2

As conversões de veículos ao gás natural nas oficinas de João Pessoa e Campina Grande cresceram 20% de fevereiro a maio deste ano. A informação foi repassada pelo presidente do Sindicato das Instaladoras de Gás Natural Veicular na Paraíba (Sindign), Onildo Araújo, que prevê um crescimento do mercado de GNV em 2015. De acordo com Onildo Araújo, fatores como a alta no preço da gasolina, redução no preço dos kits de conversão e a campanha da PBGÁS estimularam o aumento das conversões na Paraíba. “Mesmo a gasolina tendo aumentado de preço no início do ano, somente nos meses seguintes com a chegada da fatura do cartão de crédito com o impacto desses reajustes, é que as pessoas começaram a procurar mais as convertedoras de GNV”, explicou.

A PBGÁS lançou no último dia 23 de abril a campanha “Com GNV, seu bolso agradece”, destacando a economia de mais de 50% do gás natural em comparação à gasolina. O presidente da PBGÁS, George Morais, afirmou que já é possível verificar uma procura maior nas convertedoras credenciadas, pois a campanha também esclarece que, além de ser mais barato, o carro movido a gás natural tem rendimento 30% maior que a gasolina.

George Morais destacou que a PBGÁS já começou a pagar os bônus de R$ 600,00 e R$ 450,00, respectivamente para os motoristas que instalaram kits de GNV de 5ª e de 2ª geração, vigentes desde o início da campanha. “É um ótimo estímulo para as conversões e que incentiva o usuário neste período de sucessivos aumentos, possibilitando um alívio no seu orçamento e fazendo com que em poucos meses o motorista recupere seu investimento”.

Para o empresário Maécio Farias, proprietário de uma convertedora em Campina Grande, desde o mês de março a procura por conversões vem aumentando e chegando a 60% este mês. “Cada vez mais motoristas estão sentindo o impacto da gasolina no bolso, então com a campanha da PBGÁS mostrando a economia do GNV, tendem a optar pelo gás natural e vêm se mostrando satisfeitos com seus benefícios de melhor e maior autonomia”.

Adeilmo Nunes também tem uma convertedora em Campina Grande e está empolgado com o crescimento da procura pelos kits GNV. “Estamos observando um aumento da procura de 55%, principalmente nos kits de 5ª geração e também em caminhonetes e SUVS. As pessoas fazem questão da grande economia e da melhor conservação do motor pelo GNV, que por ser um combustível limpo e com uma queima mais eficiente, reduz o risco de carbonização do motor. O resultado é que o carro movido a gás natural atinge uma quilometragem maior que outros combustíveis e não danifica o equipamento”, explicou o empresário.

 

PBGÁS lança campanha que mostra economia do veículo a gás natural

22 abr 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

 

fretista site

Num cenário de alta no preço da gasolina e do álcool, o uso do Gás Natural Veicular (GNV) torna-se cada vez mais atrativo e gera uma economia de mais de 50% para os motoristas. É pensando nisso que a PBGÁS (Companhia Paraibana de Gás) lança nesta quinta-feira (23) uma campanha publicitária que explica as vantagens econômicas e ecológicas do uso do gás natural e da adesão ao Programa de Incentivo ao GNV.

No material da campanha intitulada “Gás Natural Veicular- Seu Bolso Agradece” , um frentista se transforma em professor e dá uma aula da economia que representa o uso do gás natural. Enquanto o preço médio do litro da gasolina nos postos de João Pessoa é de R$ 3,08 e em Campina Grande é de R$ 3,39, o preço médio do metro cúbico (m3) do GNV é de R$ 1,99 na Capital e R$ 2,20 em Campina. Além disso, o veículo a gás natural roda mais, já que o custo por km é de R$ 0,15 e da gasolina R$ 0,31 centavos.

O presidente da PBGÁS, George Morais, destacou que, além das vantagens econômicas e ambientais, os motoristas que converterem seu carro para o gás natural nas lojas credenciadas terão ainda mais benefícios como um bônus no valor de R$ 600,00 para kits 5ª geração (mais modernos) ou carros novos movidos a gás durante a vigência do programa, ou R$ 450,00 para kits de 2ª ou 3ª geração.   “Com o bônus o motorista vai rodar cerca de 4000 km com GNV”.

“Estamos ampliando o Programa de Incentivo ao Uso do Gás Natural, estimulando o consumo de um combustível mais econômico neste período de aumento de preços, tornando-o ainda mais atrativo para o motorista”, destacou George Morais.

O diretor Técnico e Comercial da PBGÁS, Carlos Vasconcelos, disse que para quem roda 100 km´s/dia e, principalmente, para quem tem no veículo um instrumento de trabalho, o GNV torna-se imprescindível, pois em 1 ano este motorista economizará R$ 5.760 e R$ 17.500 em três anos. “Esse dinheiro dá para bancar a troca por um carro popular zero km e, no caso de taxistas, que rodam cerca de 200 km´s/dia, a economia seria de R$ 34 mil em três anos, valor que daria para comprar um segundo taxi zero km´s”, explicou.

Meio Ambiente- De acordo com David Mouta, diretor Administrativo/Financeiro, a PBGÁS espera com a campanha aumentar a frota de veículos movidos a gás natural na Paraíba que é de 21.552 carros (até dezembro de 2014). “Isso seria bastante vantajoso para os motoristas que aderirem a esta nova opção de combustível, bem como para a população como um todo, uma vez que diminuiria o quantitativo de veículos mais poluentes”.

O taxista Fábio Luna Freire, que utiliza o gás natural há 13 anos, destacou que o fator principal para optar pelo combustível é a economia, já que o combustível é mais barato e roda mais km´s. Ele destacou que há seis meses comprou um carro novo e rodou alguns meses com gasolina e sentiu que ficava difícil diante do alto custo. “Num mês de alta estação rodo em média 8 mil km e preciso desembolsar R$ 2 mil com a gasolina. Já com o GNV passei a pagar cerca de R$ 1 mil, uma economia de 50%, que garante uma maior lucratividade no meu negócio”, explicou o taxista.

Empreender Paraíba- A conversão para o gás natural também pode ser financiada com taxa de 0,64% ao mês em até 24 meses para taxistas, frotistas e profissionais de transportes. O valor do crédito liberado cobre todas as despesas da instalação do Kit, num financiamento com carência de quatro meses para iniciar o pagamento.

Essa linha de crédito é fruto de um convênio firmado entre a PBGÁS e o Programa Empreender Paraíba. Maiores detalhes sobre as convertedoras credenciadas, e também o Programa de Incentivo ao GNV, podem ser consultados no www.pbgas.com.br, ou no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), pelo 0800 281 0197.

Lojistas de shopping optam pelo Gás Natural e ficam satisfeitos com resultados

16 abr 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Lojistas de shopping optam pelo Gás Natural e ficam satisfeitos com resultados

 

          flames of gas

Os lojistas da Praça da Alimentação do Mangabeira Shopping que optaram pelo gás natural estão satisfeitos com a utilização do combustível pela segurança, comodidade e economia proporcionada. Inaugurado no final do ano passado, o empreendimento já conta com 16 restaurantes, lanchonetes e um boliche operando suas cozinhas dentro do conceito do gás natural.

         De acordo com o gerente geral do Mangabeira Shopping, Antônio Ferreira, a administração do empreendimento e os lojistas estão satisfeitos com o funcionamento do gás natural que nestes quatro meses de operação não registrou nenhuma intercorrência ou reclamação. “Minha satisfação hoje é maior porque minha preocupação é menor do que quando trabalhava com o GLP e tinha que pagar duas ou três notas por mês e estar sempre atento à reserva. Outro fator é a segurança, já que não é mais necessário os caminhões de abastecimento que causava transtornos e risco de acidentes”, explicou.

O empresário Ronaldo Rocha, do restaurante Chinatown, disse que já trabalhou com o gás butano, mas prefere o gás natural por ser mais leve e limpo, pela comodidade de não precisar estar duas ou três vezes por semana abastecendo os botijões e pela segurança. “É um gás mais seguro e mais econômico pela comodidade de não precisar de espaço para estocagem, o que é muito importante em estabelecimentos nos padrões de shoppings centers. Estou satisfeito, pois o gás natural atende a todas as minhas expectativas”.

Visão de futuro- A PBGÁS investiu mais de R$ 500 mil na ampliação da sua rede de distribuição com uma extensão de 870 metros de tubulação em aço da avenida principal do conjunto dos Bancários até a área do empreendimento.

O diretor Técnico e Comercial da PBGÁS, Carlos Vasconcelos, acredita no desenvolvimento dos bairros de Mangabeira e Bancários, especialmente depois da instalação do shopping. “A tendência é assistirmos a um “boom” imobiliário e a expansão de novos empreendimentos comerciais que têm no gás natural um insumo importante, não só para o uso do aquecimento de água e cocção como também para geração de energia”.

Para Carlos Vasconcelos, é desejável que essa nova fronteira de desenvolvimento urbano já encontre a rede de distribuição de gás natural prontas para atendê-la. “Dessa forma a PBGÁS direciona parcela importante de seus recursos para a expansão da rede de distribuição naquela área”, explicou.

   O gerente de Mercado Residencial e Comercial da PBGÁS, Renato Vilarim, destacou que fatores contribuem para a eficiência e praticidade do gás natural. Ele destacou a segurança, já que o combustível se dissipa rapidamente no ar, a comodidade em relação ao abastecimento que acontece de forma ininterrupta e sem a necessidade de utilização de caminhões e de espaços de estocagem no estabelecimento.

         Vilarim informou que atualmente 147 estabelecimentos comerciais no Estado utilizam gás natural e que a meta é continuar crescendo enquanto houver clientes que não estiverem consumindo. “Neste contexto, estamos abertos a esclarecer sobre a melhor forma para a utilização do gás natural no aspecto da economia por fatores como a queima completa do combustível sem deixar resíduos e poluentes e na melhoria da eficiência energética do seu empreendimento”, completou.

Preço do GNV na Paraíba é o terceiro mais barato, revela pesquisa

5 abr 2012   //   por Administrador   //   Notícias

Uma pesquisa realizada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), revelou que a Paraíba é o terceiro Estado do Nordeste a oferecer o menor preço do GNV (Gás Natural Veicular). Os dados foram divulgados esta semana, após um levantamento de preços entre os dias 25 e 31 de março.

De acordo com a pesquisa, dos sete Estados nordestinos onde existe distribuição de gás natural, a Paraíba aparece na terceira posição com o preço médio de R$ 1,769 por metro cúbico, na cidade de João Pessoa. A capital fica atrás apenas de Salvador e Maceió, que oferecem preços de 1,596 e 1,65, respectivamente. Leia mais >>