Notícias

Artigos com a tag " Conversões. Kit GNV"

PBGÁS registra crescimento de 6% no consumo médio de GNV após greve dos caminhoneiros

28 jun 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

300X294 INTERNO

A Companhia Paraibana de Gás (PBGÁS) registrou um crescimento de 6% no consumo médio de gás natural veicular (GNV) no mês de junho em relação a maio deste ano, 30 dias após a greve dos caminhoneiros. Segundo dados da gerência de mercados da companhia, no período de maio, o consumo médio foi de 87.159 m³/dia, enquanto junho aumentou para 92.397m³/dia.

Os fatores do aumento estão relacionados com os impactos da greve dos caminhoneiros, em razão da falta de combustíveis líquidos nos postos por cerca de 10 dias, ocasionando um aumento de quase 70% no número de conversões nas oficinas credenciadas ao Programa de Incentivo GNV da PBGÁS. A campanha ampliou, este mês, o valor do bônus para até R$ 1 mil para motoristas que converterem seus veículos para o GNV.

De acordo com o diretor presidente da PBGÁS, George Morais, o desabastecimento de combustíveis líquidos por mais de uma semana despertou o consumidor paraibano e gerou uma maior procura pelo GNV. “Quem estava na dúvida para converter seu veículo, certamente se convenceu da eficiência e versatilidade do gás natural, pois além de não faltar nos postos e ser distribuído por gasodutos, o GNV proporciona uma economia de 45% em relação à gasolina”, avaliou George.

O diretor técnico comercial da PBGÁS, Giovane Rosa, explicou que o motorista que rodar 100 km por dia ou 3 mil km por mês, economiza aproximadamente R$ 565,00 no gás natural em comparação com a gasolina, o que é bastante relevante no orçamento familiar ou na viabilidade para o negócio de motoristas de aplicativos, taxistas, representantes comerciais e frotistas.

O empresário Bruno Leão, da convertedora GNV Prime em João Pessoa, constatou que o movimento aumentou em 60% em relação ao mês de  maio e que para atender os clientes com mais agilidade, adotou regime de horas extras para que o agendamento da instalação se dê em dois dias. “Estamos trabalhando para ampliar o entendimento das vantagens e os benefícios do GNV, pois além de ser mais econômico, também oferece uma vida útil maior ao motor, já que não existe possibilidade de adulteração, ao contrário dos combustíveis líquidos”, completou.

Para receber o benefício, basta o motorista instalar o kit e o cilindro no período de vigência do Programa de Incentivo ao GNV, em convertedoras credenciadas pela PBGÁS em João Pessoa (New Gás, Extra Gás e GNV Prime) e Campina Grande (Maecio Serviços e EquipeGÁS). Também é necessário emplacar o veículo na Paraíba e obter a vistoria do Organismo de Inspeção Acreditado (OIA), também localizados na capital e Campina Grande, retirando o documento do veículo no DETRAN. Depois, é só comparecer na PBGÁS com a documentação que comprove a conversão do veículo e receber um cheque nominal de R$ 1 mil para motoristas que converterem seus veículos para o GNV com cilindros novos e R$ 800,00 para cilindros requalificados…

Mais detalhes sobre as convertedoras credenciadas e o Programa de Incentivo ao GNV podem ser consultados no endereço eletrônico www.pbgas.com.br ou no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), pelo 0800 281 0197 ou 117.

Regulamento da campanha

http://www.pbgas.com.br/?page_id=3953

 

 

 

PBGÁS concede bônus de até R$ 1 mil para quem instalar kit GNV

6 jun 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Facebook_Post_PBGAS_Bonus2018

A PBGÁS ampliou para até R$ 1 mil o bônus para motoristas que instalarem o kit de Gás Natural Veicular (GNV) de 5ª geração em uma das convertedoras credenciadas de João Pessoa e Campina Grande. O apoio faz parte do Programa de Incentivo ao GNV, desenvolvido pela PBGÁS desde maio de 2012 e que somente no ano de 2018 beneficiou mais de 160 clientes, estimulando a conversão dos veículos para um combustível mais eficiente e de melhor rendimento.

O valor do novo bônus de R$ 1 mil será pago para quem instalar o kit GNV de 5ª geração com cilindro novo, em uma das convertedoras credenciadas e dentro do prazo de vigência do programa. Já para os kits de 5ª geração com cilindros requalificados, o incentivo será no valor de R$ 800,00. Os benefícios serão pagos em cheques nominais para qualquer consumidor que realizar a conversão de seu veículo a partir do dia 1º de junho deste ano.

De acordo com o diretor presidente da PBGÁS, George Morais, a Política de Incentivo ao GNV vem produzindo bons resultados para a sociedade, justificando sua ampliação a partir deste mês de junho. “O bônus ajuda o consumidor que economiza um bom dinheiro, auxilia o empresário na realização de novos negócios e beneficia o dono do posto a vender mais gás natural. Enfim, todo mundo sai ganhando”.

O gerente de mercado industrial e automotivo da PBGÁS, Alairson Gonçalves Filho, disse que o aumento do bônus significa um motivo a mais para o motorista optar pelo GNV, especialmente em um momento de alta no preço da gasolina e do etanol. “A PBGÁS acredita que esse incentivo vai estimular novas conversões para os motoristas, que poderão economizar cerca de 45% em relação à gasolina e que também não querem correr risco de novos desabastecimentos, como infelizmente ocorreu na última semana”.

Economia

Alairson explicou que o motorista que rodar 100 km por dia ou 3 mil km por mês, economiza aproximadamente R$ 565,00 no gás natural em comparação com a gasolina, o que é bastante relevante no orçamento familiar e na viabilidade do negócio de quem utiliza o carro como instrumento de trabalho.

O presidente da Associação dos Taxistas da Paraíba, Flaviano Oliveira, foi o 20º motorista na Paraíba a instalar o gás natural em 1998 e, desde então, nunca deixou de utilizar o combustível pela sua economia e eficiência. Flaviano destacou a importância do bônus concedido pela PBGÁS como uma compensação ao investimento da instalação do kit que gira em torno de R$ 4 mil a R$ 5 mil. “O gás natural é uma saída para o taxista sobreviver, pois a gasolina, além de estar com o preço muito alto, tem um rendimento muito menor devido a mistura com etanol. Para quem roda muito, vale a pena instalar o GNV, principalmente com o incentivo da PBGÁS” explicou Flaviano.

Para receber o benefício, basta o motorista instalar o kit e o cilindro no período de vigência do Programa de Incentivo ao GNV, em convertedoras credenciadas pela PBGÁS em João Pessoa (New Gás, Extra Gás e GNV Prime) e Campina Grande (Maecio Serviços e EquipeGÁS). Também é necessário emplacar o veículo na Paraíba e obter a vistoria do Organismo de Inspeção Acreditado (OIA), também localizados na capital e Campina Grande, retirando o documento do veículo no DETRAN. Depois, é só comparecer na PBGÁS com a documentação que comprove a conversão do veículo e receber um cheque nominal no valor de R$ 800,00 ou R$ 1 mil.

Mais detalhes sobre as convertedoras credenciadas e o Programa de Incentivo ao GNV podem ser consultados no endereço eletrônico www.pbgas.com.br ou no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), pelo 0800 281 0197 ou 117.

 

Regulamento da campanha

http://www.pbgas.com.br/?page_id=3953

 

Cresce em 20% conversões de veículos a gás natural na Paraíba

2 jun 2015   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Imagem 837 site 2

As conversões de veículos ao gás natural nas oficinas de João Pessoa e Campina Grande cresceram 20% de fevereiro a maio deste ano. A informação foi repassada pelo presidente do Sindicato das Instaladoras de Gás Natural Veicular na Paraíba (Sindign), Onildo Araújo, que prevê um crescimento do mercado de GNV em 2015. De acordo com Onildo Araújo, fatores como a alta no preço da gasolina, redução no preço dos kits de conversão e a campanha da PBGÁS estimularam o aumento das conversões na Paraíba. “Mesmo a gasolina tendo aumentado de preço no início do ano, somente nos meses seguintes com a chegada da fatura do cartão de crédito com o impacto desses reajustes, é que as pessoas começaram a procurar mais as convertedoras de GNV”, explicou.

A PBGÁS lançou no último dia 23 de abril a campanha “Com GNV, seu bolso agradece”, destacando a economia de mais de 50% do gás natural em comparação à gasolina. O presidente da PBGÁS, George Morais, afirmou que já é possível verificar uma procura maior nas convertedoras credenciadas, pois a campanha também esclarece que, além de ser mais barato, o carro movido a gás natural tem rendimento 30% maior que a gasolina.

George Morais destacou que a PBGÁS já começou a pagar os bônus de R$ 600,00 e R$ 450,00, respectivamente para os motoristas que instalaram kits de GNV de 5ª e de 2ª geração, vigentes desde o início da campanha. “É um ótimo estímulo para as conversões e que incentiva o usuário neste período de sucessivos aumentos, possibilitando um alívio no seu orçamento e fazendo com que em poucos meses o motorista recupere seu investimento”.

Para o empresário Maécio Farias, proprietário de uma convertedora em Campina Grande, desde o mês de março a procura por conversões vem aumentando e chegando a 60% este mês. “Cada vez mais motoristas estão sentindo o impacto da gasolina no bolso, então com a campanha da PBGÁS mostrando a economia do GNV, tendem a optar pelo gás natural e vêm se mostrando satisfeitos com seus benefícios de melhor e maior autonomia”.

Adeilmo Nunes também tem uma convertedora em Campina Grande e está empolgado com o crescimento da procura pelos kits GNV. “Estamos observando um aumento da procura de 55%, principalmente nos kits de 5ª geração e também em caminhonetes e SUVS. As pessoas fazem questão da grande economia e da melhor conservação do motor pelo GNV, que por ser um combustível limpo e com uma queima mais eficiente, reduz o risco de carbonização do motor. O resultado é que o carro movido a gás natural atinge uma quilometragem maior que outros combustíveis e não danifica o equipamento”, explicou o empresário.