PBGÁS liga primeiros clientes residenciais no Bessa

25 fev 2021   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

secon

A Companhia Paraibana de Gás (Pbgás) iniciou esta semana a conexão dos primeiros edifícios residenciais a nova rede de distribuição de gás canalizado que está sendo construída nos bairros do Bessa e Jardim Oceania.  Os novos clientes são os edifícios Concept Bessa e o residencial Lúcio Abrantes, cujos moradores já estão consumindo gás e aproveitando as vantagens do combustível.

As obras de implantação da rede de distribuição de gás canalizado nos bairros do Bessa e Jardim Oceania foram iniciadas há um mês pela PBGÁS.  Serão investidos mais de R$ 3 milhões para implantação de 12 km de gasodutos que possibilitarão levar o gás natural canalizado a prédios e comércios no bairro com alto potencial dos mercados residencial e comercial.

Até o momento já foram construídos 2 km de rede com utilização de máquinas de furo direcional que minimizam os danos ambientais, possibilitam uma rápida recomposição do asfalto e evitam transtornos para o trânsito de veículos no local da obra.

O diretor-presidente da Pbgás, Jailson Galvão, destacou que a companhia iniciou o ano com obras de extensão da rede de gasoduto em João Pessoa e, em breve, inicia em Campina Grande, num investimento de quase 9 milhões. “São investimentos consideráveis para que cada vez mais paraibanos possam usufruir das vantagens do gás canalizado, como o pagamento após o uso, a segurança, já que é mais leve que o ar, a praticidade e a economia, que varia entre 20% a 30% em relação ao gás de botijão (GLP).

O construtor Cândido Lucena, da construtora Embraco, destacou que o gás canalizado proporciona uma melhor qualidade de vida para os moradores dos empreendimentos pela comodidade do fornecimento contínuo e por ter um custo mais acessível que o gás de botijão. “A PBGÁS se mostrou ágil na ligação da rede de gás e os moradores já iniciaram a nova moradia com o fornecimento do gás em suas cozinhas”, destacou Cândido.