Notícias

Artigos da categoria "Audiências Públicas"

Aviso de Audiência Pública Nº 002/2021

A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS – PBGÁS, em atendimento a Lei Estadual Nº 8.767 de 15/04/2009, comunica aos usuários e demais interessados que realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA, com o objetivo de dar conhecimento e fundamentar a proposta de repasse do aumento do custo do gás natural às tarifas do serviço público de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba, a vigorar a partir de 01 de maio de 2021.

A audiência será realizada de forma virtual no dia 16 de abril de 2021, às 9h, e qualquer interessado poderá participar através do link de acesso que será disponibilizado no site da PBGÁS (www.pbgas.com.br).

 

A DIRETORIA

 

PBGÁS realiza audiência pública para apresentar proposta de repasse dos custos de aquisição do gás canalizado na Paraíba

REUNIÃO-SITE-21

Na manhã desta quinta-feira (21 de janeiro), foi realizada audiência pública nº 001/2021, na sede da PBGÁS e transmitida online, sobre proposta de repasse dos custos de aquisição do gás canalizado no Estado da Paraíba, cujos avisos foram publicados no Diário Oficial do Estado nos dias 30 de dezembro de 2020, 07 e 13 de janeiro de 2021 e no jornal A União nos dias 30 de dezembro de 2020, 07 e 14 de janeiro deste ano.

Durante a audiência pública com a presença de representantes da PBGÁS, da Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), do segmento industrial e de representantes dos postos de combustíveis, foram apresentados os fundamentos da proposta de reajuste das tarifas do gás natural, a partir de fevereiro de 2021, com objetivo dar transparência e publicidade às ações da companhia.

O índice médio de reajuste para o repasse dos custos de aquisição do gás natural apresentado pela companhia foi de 3,4%, sendo de 3,4% para o segmento da indústria, 2,1% para o comercial, 1,4% para o residencial, 3,4% para o GNV, 4,0% para o GNC, 4,3% para geração distribuída, 3,8% para cerâmico e mineração e 4,0% para EBVA (Energéticos de Baixo Valor Agregado).

 

As novas tarifas serão adotadas após a aprovação da ARPB e devem valer a partir de 1º de fevereiro. A PBGÁS se coloca à disposição da sociedade através de seus segmentos de mercado, para estudar formas de incentivar o aumento de consumo considerando as diversas vantagens do uso de Gás Natural, assim como dar continuidade a seu plano de investimentos para disponibilizar os benefícios por todo o estado da Paraíba.

A ata com os resultados da reunião, a apresentação dos fundamentos da medida e o vídeo da audiência estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

 

Apresentação: 

h) Apresentação AP 001-2021 (21.01.2021)

Ata da Reunião 

AP 001-2021 – Ata (21.01.2021)

Vídeo da Audiência 

https://web.microsoftstream.com/video/f56c1cc6-b197-454b-8397-9340dd3476b7?referrer=https:%2F%2Fwww.office.com%2F

 

 

 

 

 

Aviso de Audiência Pública Nº 001/2021

A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS – PBGÁS, em atendimento a Lei Estadual Nº 8.767 de 15/04/2009, comunica aos usuários e demais interessados que realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA, com o objetivo de dar conhecimento e fundamentar a proposta de repasse do aumento do custo do gás natural às tarifas do serviço público de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba, a vigorar a partir de 01 de fevereiro de 2021.

 

A audiência será realizada de forma virtual no dia 21 de janeiro de 2021, às 10h, e qualquer interessado poderá participar através do link de acesso que será disponibilizado no site da PBGÁS (www.pbgas.com.br).

 

A DIRETORIA

Resultado da Audiência Pública N° 001/2020

21 out 2020   //   por Administrador   //   Audiências Públicas, Notícias

Na manhã dessa terça-feira, 20 de outubro de 2020, na sede da Companhia Paraibana de Gás, foi realizada Audiência Pública nº 001/2020, com transmissão ao vivo através de link disponibilizado no site da PBGÁS.

A Audiência foi convocada através de avisos publicados no Diário Oficial do Estado e no Jornal A União nos dias 3, 9 e 16 de outubro 2020 e no site da Companhia na internet, além dos comunicados enviados nas faturas dos clientes de todos os segmentos.

Na Audiência Pública, que teve a participação de representantes da ARPB e de usuários do gás natural, foi apresentada a nova estrutura tarifária por segmento, após o aumento do custo do gás promovido pela supridora, a vigorar a partir do dia 1º de novembro de 2020, após a homologação pela Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB).

A ata com os resultados da reunião e a apresentação dos fundamentos da medida estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

AP 001-2020 – Apresentação (20.10.2020)
AP 001-2020 – Ata (20.10.2020)
Vídeo da audiência pública

Aviso de Audiência Pública Nº 001/2020

A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS – PBGÁS, em atendimento a Lei Estadual Nº 8.767 de 15/04/2009, comunica aos usuários e demais interessados, que realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA, com o objetivo de dar conhecimento e fundamentar a proposta de reajuste das tarifas do serviço público de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba, a vigorar a partir de 01 de novembro de 2020.

A audiência será realizada de forma virtual no dia 20 de outubro de 2020, às 10h, e qualquer interessado poderá participar através do link abaixo.

Clique aqui para ingressar na Audiência Pública

A DIRETORIA

PBGÁS apresenta proposta de reajuste do gás natural e preserva competitividade dos segmentos

IMG_5768 1

Durante audiência pública na tarde desta sexta-feira (26), realizada no hotel Village, em Tambaú, a PBGÁS apresentou os fundamentos da proposta de repasse do aumento no custo do gás de 2,26%, por parte da supridora Petrobras, às tarifas da companhia, a partir do dia 1º de agosto.

Com objetivo de garantir a competitividade do Gás Natural no mercado, a PBGÁS só está repassando um reajuste médio de 1,32%, assumindo a diferença através da redução de sua margem.  As novas tarifas serão adotadas após a aprovação da ARPB.

Os índices apresentados durante a audiência pública foram de 2,26% para o segmento da indústria, 2,26% para o segmento EBVA (Energéticos de baixo Valor Agregado) e 2,19 % para geração distribuída. Não haverá reajuste de tarifa para o Gás Natural Veicular (GNV e GNC) e o gás canalizado para residências e comércios.  O impacto para a tarifa da indústria em todas as faixas de consumo será em torno de R$ 0,4 centavos por metro cúbico.

De acordo com a diretora presidente da PBGÁS, Tatiana Domiciano, o reajuste concedido pela supridora Petrobras se dá pela regra contratual de preços, alinhada a variação do câmbio e à cotação internacional da cesta de óleo, a cada três meses, podendo variar para mais ou menos. Tatiana destacou a forma transparente e o esforço da companhia para não repassar o reajuste para o GNV e para os segmentos residencial e comercial e adotar índice que mantivesse o setor industrial competitivo, preservando a saúde financeira da PBGÁS.

Levantamento da PBGÁS demonstra que enquanto o reajuste acumulado do gás natural para a indústria entre janeiro e agosto deste ano foi de 5,7%, e o reajuste acumulado do óleo combustível, principal concorrente no seto , no mesmo período, foi de mais de 10%, tendo como referência a tarifa com impostos dos dois energéticos.

O diretor Técnico Comercial da PBGÁS, Paulo Campos, explicou também que os segmentos comercial e residencial só terão um único reajuste no ano de 2019, garantindo uma maior estabilidade nos preços aplicados para mais de 18 mil clientes nos segmentos. Ele acrescentou que a tarifa do GNV não sofre reajuste desde o mês de novembro de 2018, ficando quase 1 ano sem alteração e registrando uma redução de R$ 4 centavos no preço da bomba no mês de abril.

“A PBGÁS cumpre o seu compromisso com o seus clientes residenciais e comerciais e usuários do gás veicular, contribuindo para a competitividade dos mais de 300 comércios e mais de 25 mil motoristas, incluindo taxistas, motoristas de aplicativos e frotistas que utilizam um combustível 31% mais competitivos do que a gasolina e 36% do que o etanol”, explicou Paulo Campos.

Após a audiência pública,  a companhia enviará a proposta tarifária para a ARPB, a quem cabe homologar a proposta e autorizar a aplicação da nova estrutura tarifária no Diário Oficial do Estado. A ata e a apresentação dos fundamentos da nova estrutura tarifária também estarão disponíveis no dia 27 de julho no site da PBGÁS.

 

Tanto a Ata com os resultados da reunião, quanto a apresentação dos fundamentos da medida, estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

AP 002-2019 – Ata (26.07.2019)

AP 002-2019 – Apresentação (26.07.2019)

 

 

 

 

 

Aviso de Audiência Pública Nº 002/2019

A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS – PBGÁS, em atendimento a Lei Estadual Nº 8.767 de 15/04/2009, comunica aos usuários e demais interessados, que realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA, com o objetivo de dar conhecimento e fundamentar a proposta de reajuste das tarifas do serviço público de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba, a vigorar a partir de 01 de agosto de 2019.

 

Local: Hotel Village

Endereço: Avenida Epitácio Pessoa, 4.851, Tambaú, João Pessoa, PB

Data e horário: 26 de julho de 2019 às 14h

A DIRETORIA

PBGÁS publica resultado da audiência pública nº001/2019

Na manhã desta segunda-feira (28 de janeiro de 2019), no auditório do Espaço Cultural, foi realizada Audiência Pública nº 001/2019, sobre a proposta de reajuste das tarifas de gás canalizado no Estado da Paraíba, cujos avisos foram publicados no Diário Oficial do Estado e no Jornal A União nos dias 11, 16 e 23 de janeiro, no Diário Oficial da Paraíba.

Durante a Audiência Pública com a presença de representantes da PBGÁS, da Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), do Procon Paraíba, do segmento industrial e de representantes de taxistas e motoristas de aplicativos, foram apresentados os fundamentos da proposta de reajuste das tarifas do gás natural, a partir de fevereiro de 2019, com objetivo dar transparência e publicidade às ações da companhia.

O índice médio de reajuste do gás natural apresentado pela companhia foi de 1,63%, sendo de 1,47% para o segmento da indústria, 12,31% para o comercial, 13,11% para o residencial, 1,75% para geração distribuída, 1,68% para EBVA (Energéticos de Baixo Valor Agregado). Não haverá reajuste para o GNV com a finalidade de garantir a manutenção da competitividade do combustível. Esses serão os únicos reajustes no ano para os segmentos residencial e comercial.

As novas tarifas serão adotadas após a aprovação da ARPB e devem valer a partir de fevereiro. A PBGÁS se colocou à disposição da sociedade através de seus segmentos de mercado, para estudar formas de incentivar o aumento de consumo considerando as diversas vantagens do uso de Gás Natural, assim como dar continuidade a seu plano de investimentos para disponibilizar os benefícios por todo o estado da Paraíba.

Tanto a Ata com os resultados da reunião, quanto a apresentação dos fundamentos da medida, estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

 

AP 001-2019 – Ata (28.01.2019)

AP 001-2019 – Apresentação (28.01.2019)

 

Aviso de Audiência Pública Nº 001/2019

A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS – PBGÁS, em atendimento a Lei Estadual Nº 8.767 de 15/04/2009, comunica aos usuários e demais interessados, que realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA, com o objetivo de discutir, dar conhecimento e fundamentar a proposta de reajuste das tarifas do serviço público de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba.

Local: Auditório 01 do Espaço Cultural José Lins do Rego

Endereço: Rua Abdias Gomes de Almeida, 800, Tambauzinho, João Pessoa, PB

Data e horário: 28 de janeiro de 2019 às 10h

 

A DIRETORIA

Resultado da audiência pública nº004/2018

Na tarde dessa quarta-feira (24 de outubro de 2018), no auditório do Espaço Cultural  José Lins do Rêgo,  foi realizada Audiência Pública nº 004/2018, sobre a proposta de reajuste das tarifas de gás canalizado no Estado da Paraíba, cujos avisos foram publicados no Diário Oficial do Estado e no Jornal A União nos dias 9, 12 e 18 de outubro de 2018,  além do site da Companhia na internet.

Durante a Audiência Pública com a presença de representantes da PBGÁS, da Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), do segmento industrial e do segmento automotivo e representantes de motoristas de aplicativos, foram apresentados os fundamentos da proposta de reajuste das tarifas do gás natural, a partir de 1º de novembro de 2018, com objetivo dar transparência e publicidade às ações da companhia.

Apesar do aumento do custo do gás natural  de aproximadamente 13,65% % anunciado pela Petrobras (supridora), a PBGÁS está absorvendo 6,11% da sua margem regulada com objetivo de manter a competitividade do gás natural frente a outros combustíveis.  O reajuste médio proposto para as tarifas (sem impostos) de gás natural que foi de 8,99%, sendo 9,55% no segmento industrial, 9,56% no segmento automotivo (GNV), 9,95% no Gás Natural Comprimido (GNC), 9,55% no segmento EBVA (Energético de Baixo Valor Agregado) e 11,91% na geração distribuída.  Já o gás natural para os segmentos residencial e comercial não sofrerão reajustes.

A PBGÁS se colocou à disposição da sociedade através de seus segmentos de mercado, para estudar formas de incentivar o aumento de consumo considerando as diversas vantagens do uso de Gás Natural, assim como dar continuidade a seu plano de investimentos para disponibilizar os benefícios por todo o estado da Paraíba.

Tanto a Ata com os resultados da reunião, quanto a apresentação dos fundamentos da medida, estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

AP 004-2018 – Apresentação (24.10.2018)

AP 004-2018 – Ata (24.10.2018)

 

 

Páginas:12345»