Notícias

Artigos da categoria "Notícias"

PBGÁS disponibiliza espaço para encaminhamento de demandas da população

27 dez 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

A PBGÁS está disponibilizando em seu site o link da Ouvidoria Geral do Estado – OGE, para encaminhamento das demandas como denúncia, reclamação, sugestão, elogio e informação relativos à área de atuação da companhia.  A PBGÁS é responsável pela atividade de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba e de GNV para o mercado automotivo.

Para registrar sua demanda o usuário deverá acessar o site da pbgas e clicar no banner da ouvidoria, localizado no tipo da página principal.  Ele será direcionado para http://ouvidoria.pb.gov.br/index.php/registre-sua-demanda onde irá registrar a demanda e acompanhar o seu andamento.

A Ouvidoria Geral do Estado se consolida como canal de manifestação e representação dos interesses da população e dos servidores (as) públicos junto à administração estadual, órgãos e companhias. Ela também interage com todo o Governo Estadual, através da intersetorialidade do Banco de Dados gerado pelos relatórios quantitativos, qualitativos e propositivos, ferramenta importante para o Governo alcançar a excelência da qualidade dos serviços prestados à sociedade, fortalecendo a democracia participativa.

De acordo com o gerente de planejamento e gestão da PBGÁS, Flávio Fonseca, a PBGÁS disponibiliza esse canal da ouvidoria de maneira clara e acessível com objetivo de tornar sua atividade mais transparente, aberta e conectada com a população.

http://ouvidoria.pb.gov.br/index.php/registre-sua-demanda

PBGás registra crescimento de 5% no consumo de GNV

19 dez 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

A Companhia Paraibana de Gás (PBGás) registrou um crescimento de 5% no consumo do GNV (Gás Natural Veicular) comercializado no mês de novembro deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. O consumo no mês de novembro ultrapassou os 90 mil m3/dia e a projeção para este mês de dezembro é de 95 mil m3/dia.

De acordo com os dados da PBGÁS, o consumo acumulado do GNV no ano (janeiro a novembro) foi de mais de 2% em relação ao mesmo período do ano passado.  Para o diretor presidente da PBGÁS, George Morais, o segundo semestre do ano consolidou a retomada do crescimento no consumo do GNV impulsionado pelo reajuste acumulado de 15,4% da gasolina no preço médio do país entre julho e novembro.“Este cenário aumentou ainda mais a competitividade do GNV, que na Paraíba representa uma economia de 48% em relação à gasolina, sendo cada vez mais utilizado principalmente entre motoristas que utilizam seu carro como instrumento de trabalho”, avaliou George Morais.

De acordo com o gerente de Mercado Automotivo e Industrial, Alairson Gonçalves Filho, o cenário para o GNV na Paraíba é bastante promissor por fatores como a economia considerável e com as novidades que serão apresentadas no Programa de Incentivo ao GNV da PBGÁS para frotas e motoristas em geral que instalarem nas oficinas credenciadas.“O uso do GNV vem crescendo do país também pelos avanços tecnológicos verificados nos kits que mantém o desempenho e a vida útil do motor, ao mesmo tempo que, garante uma economia de quase 50% para quem usa o gás natural”, completou Alairson.

Na ponta do lápis- Levantamento realizado pela PBGÁS demonstra que um motorista que rodar 3 mil km por mês na grande João Pessoa gastará na gasolina R$ 1.170,00, enquanto no GNV apenas R$ 606,00, ou seja uma economia de R$ 564,00 por mês. O motorista Márcio Silva, de João Pessoa, usa GNV há seis meses, mas já aprovou a mudança e indica a todos que rodam muito a utilizarem devido a economia de cerca de 50%. “É uma ótima escolha no aspecto da economia, principalmente após a alta da gasolina e do álcool”, destacou.

Funcionários da PBGÁS conhecem casa onde viveu José Américo

7 dez 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_8321

Funcionários da PBGÁS participaram esta semana de uma visita guiada ao museu da casa de José Américo localizada na Orla do Cabo Branco. Durante a visita, eles puderam conhecer a casa com as mesmas características de quando o escritor e  político José Américo de Almeida residiu nos últimos 22 anos de sua vida como os cômodos, objetos de uso pessoal, comenda, biblioteca e arquivos de suas campanhas como um rádio antigo com o jingle de sua campanha para o governo do Estado.

José Américo, natural de Areia, foi escritor e autor da obra A Bagaceira, governador, senador, deputado e ministro de viação e obras.  Após participarem de uma palestra sobre as Oportunidades da Paraíba e de reunião de gestão e análise de resultados da companhia, cerca de 20 funcionários conheceram a casa, o arquivo de governadores, o mausoléo e o cineclube da Fundação José Américo.  A diretoria e colaboradores da PBGÁS foram recebidos pelo diretor presidente da Fundação, Damião Ramos.

O diretor presidente da PBGÁS, George Morais, destacou a importância de promover dentro da companhia uma sinergia com a cultura do Estado justamente na Casa José Américo, que é um centro de preservação da cultura nordestina e de preservação da história do patrono da instituição e nome marcante na nossa literatura e na política.

A engenheira da PBGÁS, Jerony Cavalcanti, conheceu o museu e parabenizou a companhia em integrar suas atividades de planejamento e gestão com aspectos da cultura do Estado, possibilitando que sua equipe conhecesse mais sobre a cultura do Estado e sobre uma figura emblemática para a cultura e a política.

 

Guiada

 

PBGÁS investe R$ 1,5 milhão em novas estações de distribuição de GN

6 dez 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_8152

Diretores da PBGÁS realizaram uma visita técnica a nova Estação de Redução de Pressão e Medição (ERPM) de São Miguel de Taipu e de Bayeux nesta terça-feira (5 de dezembro).  A companhia investiu R$ 1,5 milhão na modernização das estações.

As estações foram visitadas pelo Diretor Técnico Comercial, Carlos Vasconcelos, pelo diretor Administrativo financeiro, Giovane Rosa, pelo gerente de engenharia, Italo Reinaldo e técnicos e engenheiros da PBGÁS.  A nova ERPM de São Miguel de Taipu dará mais agilidade e autonomia para a equipe técnica da PBGÁS operar o gasoduto entre João Pessoa e Campina Grande, sem a dependência operacional da Transpetro, responsável até então por esse serviço. Já a ERPM de Bayeux foi reformada e modernizada oferecendo mais confiabilidade e segurança.

Para o Diretor Técnico e Comercial da PBGÁS, Carlos Vasconcelos, o sucesso desta operação coloca a PBGÁS num patamar mais elevado quanto à capacidade técnica e experiência de sua equipe em grandes montagens de ERPM e fortalecem áreas estratégicas da companhia como a medição, odorização e segurança.

O diretor administrativo financeiro da PBGÁS, Giovane Rosa, destacou que as estações estão entre as mais modernas do país com padrão visual e condições operacionais, oferecendo segurança na operação que garante o fornecimento de gás canalizado para grande João Pessoa e Campina Grande.

De acordo com o gerente de engenharia da PBGÁS, Ítalo Reinaldo, mais de 30 técnicos entre funcionários da PBGÁS e terceirizados trabalharam intensivamente para garantir o cumprimento de todas as normas. Ele acrescentou que com a estação de regulagem de pressão e medição de São Miguel de Taipu a companhia poderá operar com maior segurança e confiabilidade o gasoduto tronco até Campina Grande, garantindo o pleno e contínuo fornecimento de gás natural para os clientes da região da Borborema.

A nova ERPM de Bayeux é responsável pela regulação da pressão de 70% do gás consumido em João Pessoa.  “Essa é uma das mais importantes estações da companhia por ser responsável pelo abastecimento da grande João Pessoa e, graças ao empenho de todos, os serviços foram  realizados sem interrupção de gás para comércios, residências, indústrias e postos de combustíveis”, completou Ítalo.

IMG_8093

 

 

Secretário fala sobre novos investimentos a gestores da PBGÁS

5 dez 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Palestra João 2

O secretário de infra-estrutura, recursos hídricos, meio ambiente e ciência e tecnologia, João Azevedo, falou sobre a Paraíba de oportunidades para gestores e funcionários da PBGÁS nesta terça-feira (5), no auditório da fundação Casa José Américo,  durante reunião de gestão e avaliação dos resultados.  O secretário apresentou dados que colocam a Paraíba como o Estado mais atrativo do Nordeste e 5ª do país no ranking de competitividade.

João Azevedo explicou sobre as principais potencialidades econômicas e energéticas do Estado, infra-estrutura e sobre os novos investimentos que estão sendo captados pelo governo do Estado como a cervejaria Experta, que investirá R$ 120 milhões em sua instalação e novos empreendimentos no setor hoteleiro. “Estamos trabalhando para que este estado tenha um rumo, um caminho, e ganhe cada vez mais agilidade nos processos para a atração de empreendimentos que venham a gerar emprego e renda para o nosso povo”.

Ele destacou o papel importante da PBGÁS no desenvolvimento do Estado oferecendo gás natural canalizado para as grandes indústrias e empreendimentos de pequeno e médio porte. “A Paraíba possui uma  posição privilegiada e uma infraestrutura hídrica, energética,  de estradas, porto, que são fatores chaves na hora de uma indústria resolver onde se instalar”, ressaltou.

O diretor presidente da PBGÁS, George Morais, afirmou que a PBGÁS está preparada para contribuir com esse momento de avanço e melhoria da competitividade do Estado ampliando sua rede de gasodutos em sintonia com os novos empreendimentos a serem instalados na Paraíba. “Os números e informações trazidos por João Azevedo nos deixam otimistas com as perspectivas de novos negócios e resultados ainda melhores para a companhia”.

Palestra João 1

Investimento-  George  Morais anunciou que a companhia irá investir R$ 54 milhões nos próximos cinco anos ampliando a sua rede de distribuição de gás natural para atender aos mercados residencial e comercial e também em direção a novas fronteiras de desenvolvimento, contribuindo para a melhoria da competitividade da Paraíba”.

O diretor técnico comercial da PBGÁS, Carlos Vasconcelos, destacou que a Paraíba tem se apresentado como estado propício para atrair novos empreendimentos e que a PBGÁS coloca seus capital humano e talentos à disposição para contribuir na atração de empresas e no desenvolvimento do Estado.  Giovane Rosa, diretor administrativo financeiro, agradeceu a disponibilidade do secretário João Azevedo de compartilhar informações estratégicas com os funcionários da companhia que se mostra em total sintonia com o Estado neste processo de busca pela competitividade.

PBGÁS passa a funcionar em novo endereço na av. Epitácio Pessoa

13 nov 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

pbgas 2

A sede da Companhia Paraibana de Gás (PBGÁS) está funcionando em novo endereço na avenida Epitácio Pessoa, 4.841, em Tambaú, ao lado do Hotel Village. A mudança ocorreu em função da construção de um edifício comercial no terreno vizinho, que na sua etapa de fundação danificou a estrutura física do imóvel onde estava localizado a PBGÁS desde 2008.

Diante do ocorrido, por iniciativa da PBGÁS, técnicos da Defesa Civil de João Pessoa e do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) realizaram vistoria no dia 30 de outubro e recomendaram a desocupação do imóvel devido a fissuras identificadas em paredes, piso e forro de gesso. Em seguida, os órgãos técnicos determinaram a interdição da obra vizinha e do imóvel onde funcionava a PBGÁS visando à segurança dos funcionários e público em geral.

De acordo com o diretor administrativo financeiro da PBGÁS, Giovane Rosa, durante esse período de mudanças o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), as atividades operacionais e de distribuição de gás natural não foram alteradas e estão sendo realizadas no anexo da PBGÁS, que passa a ser o endereço principal da companhia, sem qualquer prejuízo para os clientes e funcionários.

“A PBGÁS não para. Mesmo diante de um imprevisto, causado por fatores externos, a equipe se uniu para realizar as mudanças necessárias de forma ágil e segura, sem prejuízo para os clientes e funcionários, cumprindo sua missão de contribuir para o desenvolvimento da Paraíba”, explicou Giovane Rosa.

O diretor presidente da PBGÁS, George Morais, ressaltou que a companhia contou com o suporte dos outros órgãos do governo estado da Paraíba que em caráter emergencial auxiliaram no processo de mudança em especial a CODATA e a FUNESC, que passa a abrigar os serviços administrativos e de governança no mezanino 2 nas salas 2 e 3 do Espaço Cultural.

 

PBGÁS conclui rede em bairro de Campina e inicia ligações

1 nov 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_7431X

A PBGÁS (Companhia Paraibana de Gás) concluiu a rede de distribuição de gás natural canalizado no bairro da Liberdade, em Campina Grande, e iniciou a ligação de clientes no segmento industrial e comercial.  A indústria de panificação Forno Nobre foi a primeira ligada a nova rede e já opera com o gás natural no seu processo produtivo.

As obras de ampliação dos 800 metros de rede interna do bairro da Liberdade foram iniciadas no mês de março deste ano e custou cerca de R$ 300 mil. De acordo com o gerente regional da PBGÁS, Francisco Guedes, a companhia projeta ligar mais 15 empreendimentos comerciais no bairro da Liberdade como padarias, restaurantes e lanchonetes. “Após ligarmos vários empreendimentos residenciais e comerciais no Catolé, estamos chegando ao bairro da Liberdade, que também possui forte vocação comercial, e terá condições de se desenvolver ainda mais com esse novo energético”.

Francisco Guedes informou que os proprietários e trabalhadores dos empreendimentos ligados ao gás natural sentem algumas vantagens em relação ao GLP como não precisar se preocupar com reabastecimento, já que o abastecimento é contínuo, não precisar armazenar os botijões, além da economia no seu processo produtivo.

Campina Grande possui 36 km de rede de distribuição de gás natural que atende a 8 indústrias, 23 comércios, 951 residências e 7 postos de combustíveis.  O diretor presidente da PBGÁS, George Morais, informou que a PBGÁS investiu mais de R$ 7 milhões para levar a rede de gás canalizado nos bairros do Catolé e Liberdade e projeta ampliar sua rede de distribuição em 2018 que atenderá aos mercados residencial, com a ligação de grandes condomínios; e comercial, com novos empresariais de alto padrão.“A companhia busca acompanhar o crescimento imobiliário de Campina Grande com a extensão da nossa rede de gasodutos e a conquista de novos clientes, sempre contribuindo para a modernização e a melhoria da infraestrutura energética”, completou George.

PBGÁS: 23 anos contribuindo para o desenvolvimento da Paraíba

25 out 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

post-23-anos

A Companhia Paraibana de Gás (PBGÁS) chega aos 23 anos de criação com 310 km de gasodutos compondo sua rede de distribuição de gás natural canalizado. Para celebrar esta data, a companhia assinou um novo contrato no valor de R$ 2,9 milhões para a instalação de mais 7 km de gasodutos urbanos e ramais de interligação de clientes residenciais e comerciais do bairro Brisamar, além de novos ramais de interligações nos  bairros já atendidos na orla de João Pessoa. As obras terão início em novembro e seguirão durante todo ano de 2018.

Criada em 25 de outubro de 1994, a empresa de economia mista, que tem como acionistas o Estado da Paraíba, a Gaspetro (empresa controlada pela Petrobras) e a Mitsui Gás e Energia, chegou aos 14.016 clientes residenciais, 221 clientes comerciais, 37 indústrias e 36 postos de combustíveis, nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Conde, Alhandra, Santa Rita, Bayeux, Mamanguape, Queimadas, Ingá e Caldas Brandão (Cajá).

O presidente da PBGÁS, George Morais, comemora o crescimento da companhia nestes 23 anos e sua contribuição para o desenvolvimento da infraestrutura do Estado da Paraíba. “Nosso investimento na rede de gás natural possibilita a atração de novos investimentos e oferece aos consumidores novas soluções na área de energia na indústria, no comércio, residências e no mercado automotivo. Estamos crescendo com a Paraíba”, avaliou George Morais.

O diretor técnico comercial da PBGÁS, Carlos Vasconcelos, avaliou que a chegada de gás natural, além de agregar a comodidade de um combustível com fornecimento contínuo, seguro e mais limpo, contribui na redução dos custos dos estabelecimentos comerciais, das indústrias, nos veículos e no orçamento doméstico. Ele afirmou que no próximo ano haverá um significativo avanço da rede de distribuição em novas áreas urbanas de Campina Grande e João Pessoa.

Carlos Vasconcelos destacou a importância do uso do gás natural para aquecimento de água, nos chuveiros, como alternativa para reduzir os custos e os picos de consumo de energia elétrica, principalmente no horário de ponta. “A ampliação da participação do gás natural na matriz energética, além das vantagens econômicas e ambientais, também é fundamental para a melhoria da mobilidade urbana, já que o gás canalizado dispensa o uso de  caminhões, aliviando o trânsito e reduzindo a poluição ambiental gerada pelos veículos a diesel”, explicou.

De acordo com o diretor Administrativo e Financeiro, Giovane Rosa,   nestes 23 anos a companhia vem amadurecendo a sua gestão, com planejamento e um alto grau de capacidade da equipe de colaboradores sempre buscando a melhoria contínua, promovendo a responsabilidade socioambiental e a eficiência energética, de forma a contribuir com o desenvolvimento da Paraíba.

Giovane Rosa parabenizou os 72 colaboradores diretos e os terceirizados pelo atendimento de qualidade desde a sua criação. “A confiança dos acionistas nos leva a acreditar em um futuro ainda mais promissor para esta empresa jovem e com energia para novas conquistas”, finalizou.

 

.

Resultado da audiência pública nº 004/2017

Na manhã dessa terça-feira (17 de outubro), na sede da Companhia Paraibana de Gás, foi realizada Audiência Pública nº 004/2017, sobre a proposta de reajuste das tarifas de gás canalizado no Estado da Paraíba, cujos avisos foram publicados no Diário Oficial do Estado e no Jornal A União nos dias 30 de setembro, 5 e 11 de outubro de 2017, além do site da companhia na internet.

Durante a audiência com a presença de representantes da PBGÁS, da ARPB, e do segmento comercial e residencial foi apresentada a nova estrutura tarifária por segmento, após o aumento do custo do gás promovido pela supridora e reajuste da margem autorizada pela ARPB em 22/03/2016, a vigorar a partir do dia 1º de novembro de 2017, após a homologação pela Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB).

Tanto a Ata com os resultados da reunião, quanto a apresentação dos fundamentos da medida, estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

AP 004-2017 – Apresentação (17.10.2017)

AP 004-2017 – Ata (17.10.2017)

Campanha arrecada latas de sustagem e brinquedos para crianças com câncer

9 out 2017   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Os funcionários da PBGÁS conseguiram arrecadar 150 latas de sustagem kids e mais de 200 brinquedos na campanha “Vamos fazer o bem” durante a IX Semana de Prevenção de acidentes de trabalho, saúde e segurança (SIPATMA). Os alimentos e brinquedos foram doados na última sexta- feira (6), a instituição Donos do Amanhã e a brinquedoteca do hospital Napoleão Laureano e do Hospital Alcides Carneiro, em Campina Grande.

De acordo com o presidente da CIPA, Gilvandro Nascimento, a ideia do projeto é estimular os colaboradores da companhia a desenvolverem ações de responsabilidade social, o que gera bem estar para as crianças com câncer que serão beneficiadas diretamente com um alimento adequado para superar as dificuldades ocasionadas pelo tratamento.

A Associação Donos do Amanhã foi fundada em 2005 por iniciativa da médica Andréa Gadelha e colaboradores que se propuseram a fazer doações e prestar trabalho voluntário com o objetivo de oferecer apoio material e afetivo, necessários para boa qualidade de vida das crianças e adolescentes com câncer.De acordo com a gerente administrativa da Associação, Cristiane Lemos, a  associação atende a 180 crianças e adolescentes vindos de todo o Estado da Paraíba para receber tratamento médico em João Pessoa. Os auxílios aos beneficiados incluem alimentação, local para descanso e espera do atendimento ambulatorial, atividades lúdicas, cestas básicas e orientação para obter documentação, além dos cuidados e da atenção carinhosa prestados pela equipe de atendentes e voluntários.

Cristiane Lemos afirmou que os brinquedos serão doados na festa do dia da criança da entidade a ser comemorada no dia 17 de outubro. Ele destacou quer a PBGÁS é uma empresa parceria e que sua contribuição ajuda a entidade a acolher as crianças e oferecer uma melhor qualidade de vida para elas e suas famílias. “Uma pouquinho de doação de cada um, vale muito para nossas crianças”, completou.

 

IMG_6289

 

Páginas:«123456789...37»