Notícias

Artigos da categoria "Notícias"

Primeiros concursados da PBGÁS recebem homenagem pelos 10 anos de serviços

4 mai 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

editada1

Os profissionais chamados no 1º concurso realizado pela PBGÁS completam 10 anos de exercício em suas funções em 2018. A caminhada desses profissionais significa um marco importante para o crescimento da companhia, que é responsável por levar gás natural canalizado à população paraibana.

Nesta quinta-feira (3), os funcionários que completaram 10 anos de serviços da PBGÁS foram homenageados com a entrega de placa de agradecimento e com a exibição de um vídeo institucional “Gente que move a nossa energia”, que fala do trabalho e do envolvimento dos funcionários no desenvolvimento da companhia.

Com 23 anos de existência, a PBGÁS conta hoje com 15 mil clientes residenciais e comerciais, 37 indústrias, 38 postos de combustíveis e uma rede de 312 km  em 12 municípios paraibanos.  De acordo com o presidente da PBGÁS, George Morais, o sucesso da Companhia está diretamente ligado ao esforço e dedicação da sua equipe, que se destaca pela competência e comprometimento na prestação de serviços de reconhecida qualidade e que contribuem para o desenvolvimento do Estado.

Para o diretor administrativo financeiro da PBGÁS, Giovane Rosa, a companhia  valoriza a sua força de trabalho e os 10 anos celebrados pelos funcionários contratados por concurso traz a segurança de que os serviços de distribuição de gás natural canalizado estão em boas mãos.

O diretor técnico comercial da PBGÁS, Jailson Galvão, destacou que o grupo de concursados é uma das forças internas importantes da PBGÁS. “As pessoas que tiveram interesse em participar do processo de seleção para trabalhar na companhia já demonstraram o mútuo reconhecimento dessa relação. O grupo dos 10 anos reforçou o caminho para um quadro de pessoal qualificado e comprometido com os resultados da empresa.”

A engenheira da área de planejamento da PBGÁS, Jerony Cavalvanti, é uma dessas profissionais que completam 10 anos na empresa. Jerony, que na época morava em Carpina-PE, se mudou para João Pessoa e iniciou uma jornada de muitos desafios e conquistas na companhia.

Jerony lembra que um dos maiores desafios foi a ligação ao gás natural do 1º prédio residencial, o edifício Colliseum, em 2008.  “Na época não existia nenhum prédio ligado ao gás canalizado na Paraíba, somente indústrias e postos de combustíveis, então foi um grande desafio para a equipe da PBGÁS e tudo tinha que dar certo. Lembro que a equipe era pequena e tivemos que nos desdobrar em projetos, vistoria, contratos junto com a empresa contratada, mas é muito gratificante ver que chegamos a 15 mil clientes residenciais e comerciais”.

O técnico de processos Chateaubriand Marques destacou como desafio a instalação da rede do 1º shopping center do Estado, o Manaíra Shopping,  em agosto de 2009. Ele contou que esse foi um trabalho novo e desafiador e foi necessário trabalhar 1 mês durante às madrugadas para que em nenhum momento o empreendimento deixasse de funcionar. “O trabalho de técnicos da PBGÁS na orientação da empresa contratada foi algo primordial para o sucesso da empreitada e o sucesso da parceria com o empreendimento”.

Concursados que comemoram 10 anos na PBGÁS

FABIOLA GOMES DOS SANTOS

HEBERTON PINHEIRO DE OLIVEIRA

ITALO ROGERIO ARNAUD REINALDO

JERONY CAVALCANTI DE SOUZA SILVA

RANIERI VILAR QUEIROZ DOS SANTOS

MAURO COIMBRA BARRETO FILHO

KATIA REJANE DE SOUSA

JOSE EVERTON GOMES

INRI IVANDRO LIMA DA SILVA

DANIEL SIMOES GOMIDE

DANIEL TAVARES DO NASCIMENTO

FRANZ JOHANSEN LOPES 00066

THIAGO CESAR RODRIGUES

ROBERTO ALVES NOBREGA

FERNANDA PAULINELLI RODRIGUES

BRUNO DE OLIVEIRA CASTRO

CHATEAUBRIAND MARQUES DA SILVA

DENNISON SILVA DE MELO

ISABELA ASSIS GUEDES

SEVERINO AUGUSTO BARROS SOUSA

 

Mais dois estabelecimentos comerciais aderem ao gás natural em Campina Grande

25 abr 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_9962

A Companhia Paraibana de Gás (PBGás) está ampliando a sua atuação em Campina Grande  e já conta com 24 clientes com a adesão este mês de mais dois estabelecimentos na Avenida Odon Bezerra – ambos de propriedade do comerciante Francisco Pereira da Silva –, que começaram a operar com o gás natural canalizado.

O diretor técnico comercial da PBGás, Jailson Galvão, destacou que, como forma de impulsionar o crescimento do segmento comercial, a companhia iniciou em maio do ano passado uma política de incentivo para os comerciantes que converterem os estabelecimentos para o gás natural canalizado.

Aderiram ao gás natural canalizado uma das pastelarias mais tradicionais de Campina Grande, a Ki Pastel da Liberdade, e a Pizzaria e Panquecaria Liberdade. Com mais de 25 anos no mercado, a Ki Pastel é considerado um caso de sucesso e atrai clientes de toda cidade a procura da especialidade da casa, o pastel com repolho, e do atendimento de qualidade.

De acordo com o gerente regional da PBGás, Renato Vilarim, as perspectivas são de crescimento nas ligações de comércios e shoppings em Campina Grande devido as vantagens como comodidade, segurança, economia e também o incentivo que a companhia fornece ressarcindo os custos de instalação de acordo com as regras da política comercial.“Campina Grande possui uma forte vocação comercial e industrial e, portanto, estamos trabalhando na perspectiva de ampliação da rede de distribuição para atender esses segmentos com um combustível mais moderno, eficiente e ecológico”, destacou Renato.

O comerciante Francisco Pereira da Silva afirmou que,como já utilizava o gás natural em sua residência e sabia das vantagens, estava esperando a chegada do gás canalizado em seus estabelecimentos e, com os incentivos da PBGás, não teve dúvidas em aderir ao energético. “Estou muito satisfeito com o gás canalizado, primeiro pelo preço ser melhor que o GLP, depois pelo incentivo da PBGás na instalação e pela comodidade de não necessitar de reabastecimento, o que é muito importante para o meu tipo de negócio”, explicou.

Francisco Pereira lembrou que algumas vezes em pleno final de semana recebeu ligações de funcionários dizendo que o gás tinha acabado, ocasionando um grande transtorno e até o fechamento do estabelecimento até reestabelecer o serviço. “Com o gás natural canalizado esse tempo ficou para trás e o fornecimento contínuo nos dá muito mais tranquilidade para trabalhar”, destacou o empreendedor.

 

Perfil Empreendedor – O paraibano Francisco Pereira abriu a pastelaria Ki Pastel em 17de dezembro de 1993, após retornar de São Paulo, onde trabalhou como metalúrgico e abriu um bar. De volta à Campina Grande abriu um mercadinho no início dos anos 90, mas mudou para o ramo de alimentação fora do lar com a compra de uma pequena pastelaria no bairro da Liberdade, que cresceu e se destacou frente à concorrência. Hoje seu Francisco possui duas pastelarias e uma pizarria e paquecaria em Campina Grande, que geram 60 empregos diretos.

PBGÁS e empresários discutem estratégias para fortalecer segmento GNV

19 abr 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_0101

A PBGÁS reuniu na tarde desta terça-feira (18), proprietários de postos de combustíveis para discutir estratégias para o fortalecimento do Gás Natural Veicular (GNV) na Paraíba. Durante o encontro foram apontadas de forma conjunta ações como campanhas e mais incentivos para a conversão dos veículos para o gás natural.

O diretor técnico comercial da PBGÁS, Jailson Galvão, e o gerente de mercado automotivo, Alairson Gonçalves Filho, falaram sobre o mercado do GNV no Nordeste e na Paraíba e sobre as ações que serão realizadas para garantir a manutenção da competitividade do gás natural no Estado diante dos combustíveis líquidos.

O diretor explicou que a companhia registrou um crescimento do consumo do GNV de 2,5% em 2016 e 2017 e que a perspectiva para este ano é de 3%. “Mesmo num período de grave crise conseguimos crescer, o que demonstra a viabilidade do segmento GNV, principalmente por proporcionar uma economia média de 45% na Paraíba se comparada à gasolina”.

De acordo com Jailson Galvão, o encontro com o segmento GNV será realizado com mais frequência, já que considera importante ouvir e construir ações conjuntas com os proprietários e gestores dos postos de combustíveis em todo Estado. “A reunião cumpriu o seu objetivo e fortalece esse canal de diálogo entre a PBGÁS e os 38 postos que fornecem GNV no Estado”.

O proprietário da rede de postos Mastergás, Fábio Nogueira, afirmou que esse tipo de encontro atende a uma demanda da categoria. “A PBGÁS está de parabéns pela transparência e qualidade nos seus serviços. Esses encontros vão fortalecer o segmento GNV, o que é bom para a empresa, para os empresários e para os clientes”, ressaltou. Fábio.

 

Resultado da audiência pública nº 002/2018

IMG_8638

Na manhã dessa terça-feira (17 de abril de 2018), no auditório do Espaço Cultural  José Lins do Rêgo,  foi realizada Audiência Pública nº 002/2018, sobre a proposta de reajuste das tarifas de gás canalizado no Estado da Paraíba, cujos avisos foram publicados no Diário Oficial do Estado e no Jornal A União nos dias 29 de março de 2018, 04 e 12 de abril de 2018, além do site da Companhia na internet.

Durante a Audiência Pública com a presença de representantes da PBGÁS, da ARPB, do segmento industrial e da CIEP, foram apresentados os fundamentos da proposta de reajuste das tarifas do gás natural, a partir de 01 de maio de 2018, com objetivo dar transparência e publicidade às ações da companhia.

Tanto a Ata com os resultados da reunião, quanto a apresentação dos fundamentos da medida, estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

AP 002-2018 – Apresentação (17 04 2018)

AP 002-2018 – Ata (17.04.2018)

 

Empresário mostra case do Mangai e Nau para gestores da PBGÁS

17 abr 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

editada2EDITADA

 

O diretor de administração, finanças e expansão do grupo Mangai, Ednaldo Tavares, em palestra para gestores da PBGÁS  falou sobre como transformou os restaurantes Mangai e Nau nas cidades de João Pessoa, Natal e Brasília como modelo de qualidade no atendimento ao cliente. O grupo Maia e Tavares, genuinamente paraibano, possui hoje restaurantes em João Pessoa, Natal e Brasília, este último considerado o maior restaurante do Brasil.

Em sua palestra,  o empresário paraibano demonstrou que  o grupo apostou na gestão, na dedicação, na tecnologia e na busca pela qualidade como ingredientes para o sucesso nesses quase 30 anos desde a abertura do primeiro Mangaí no bairro de Manaíra. Ele contou que para sobreviver no mercado e crescer a empresa investiu muito em planejamento, gestão e em tecnologia para crescer em média 10% mesmo em períodos de crises vivenciadas pelo país.

Gás Natural

Ednaldo Tavares colocou as vantagens oferecidas pelo gás natural  importante para o sucesso dos empreendimentos do grupo. “O gás natural canalizado tem sido importante dentro da nossa política de combate ao desperdício e para dar mais segurança ao nosso negócio já que o fornecimento é contínuo. “Em mais de 3 anos que estamos utilizando o gás natural nunca tivemos nenhuma interrupção no seu fornecimento e, por isso, a PBGÁS está no topo dos nossos melhores fornecedores”.

George Morais, diretor presidente da PBGÁS, agradeceu a confiança do grupo em acreditar na companhia e nos benefícios do gás natural como indutor de desenvolvimento. “Sou testemunha do crescimento do grupo desde 1989 e o Mangai e o Nau são hoje referências nacionais de qualidade, fruto de muito trabalho e dedicação de todos que fazem parte desse grande time.  É gratificante ver empresários como Ednaldo narrand0 a sua experiência exitosa de utilizar o gás natural desde meados de 2015″, completou George.

Especialista fala sobre diagnóstico e tratamento de pessoas com autismo

11 abr 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

 

IMG_9847

O que podemos aprender sobre o autismo?  Os funcionários da PBGÁS puderam conhecer sobre esse transtorno que afeta 1 em cada 160 pessoas nesta terça-feira (10) com a palestra da Diretora do Grupo Autismo Tratável, Shâmara Rached, no auditório do Espaço Cultural. A palestra foi uma ação da CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), em alusão ao mês de discussão sobre o Autismo.

Shâmara, que também é mãe de uma criança autista, falou sobre o diagnóstico, tratamento  e sobre as dificuldades vivenciadas no dia a dia de uma pessoa com autismo.  A síndrome é caracterizada por alterações presentes em idades bastante precoces e que se manifestam, sempre, por desvios nas áreas da relação interpessoal, linguagem/comunicação e comportamento.

Em sua palestra, Shâmara Rached despertou o interesse e emocionou a todos os presentes a falar da experiência como mãe e como profissional no acompanhamento dos casos de evolução de pessoas com autismo, a exemplo do acompanhamento de uma criança que conseguiu falar pela primeira vez quando a sua mãe cantou uma música como fazia regularmente quando o paciente era um bebê. “Foi uma das experiências mais emocionantes da minha vida”, confessou.

Instalação da rede de distribuição de gás beneficiará 2 mil residências e comércios em Brisamar

3 abr 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_9644

A Companhia Paraibana de Gás (Pbgás) iniciou na manhã desta terça-feira (3), as obras de implantação da rede de distribuição de gás canalizado no bairro do Brisamar. Serão investidos R$ 1,5 milhão para implantação de 4,7 km de gasodutos que possibilitarão levar o gás natural canalizado 2 mil residências e comércios localizados em 23 ruas dos bairros do Brisamar e parte do Miramar.

O secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio ambiente e Ciência e Tecnologia (Serhmact), João Azevedo, os diretores George Morais, Jailson Galvão e Giovane Rosa e engenheiros da Pbgás acompanharam o início da obra que está sendo realizada com máquina de furo direcional e equipamentos modernos, visando causar um menor impacto no asfalto e no trânsito.

O secretário da Serhmact, João Azevedo, destacou a importância da ampliação dos gasodutos para oferecer o gás natural, que é uma energia menos poluente, e que auxilia no desenvolvimento da infraestrutura energética do Estado.  “É necessário que a Pbgás mantenha esse ritmo de expansão do gás natural para o bairro do Brisamar e a expectativa é que o gás natural chegue a cada vez mais bairros e localidades com potencial de crescimento e desenvolvimento. A chegada a Brisamar é um marco importante para a companhia”.

De acordo com o presidente da Pbgás, George Morais, o gás natural vive um momento de expansão chegando a um novo bairro em João Pessoa  com forte adensamento residencial e 40 comércios que poderão, em breve,  usufruir dos benefícios do energético como o fornecimento contínuo, a segurança de não precisar armazenar os cilindros, a redução no fluxo de caminhões em áreas residenciais e a versatilidade da utilização, não apenas para cocção, mas para aquecimento de água ou refrigeração de ambientes.

O diretor técnico comercial da Pbgás, Jailson Galvão, ressaltou o padrão de qualidade da obra estabelecida pela companhia com a utilização de equipamentos modernos e que realizam furo direcional, ocasionando menos impacto no ambiente, como o tamanho da vala, menor danos ao asfalto e também menos impacto no trânsito do local.  “Estamos hoje com mais de 15 mil clientes comerciais e residenciais e a nossa meta é chegar ao final do ano com mais de 18 mil unidades atendidas com o gás canalizado em João Pessoa e Campina Grande”.

Investimento

O diretor administrativo financeiro, Giovane Rosa, acrescentou que dentro do horizonte de 5 anos a Pbgás pretende investir cerca de 54 milhões e somente em obras de expansão da rede de distribuição do gás canalizado este ano supera os R$ 3 milhões.  “Além dos bairros de Brisamar e Miramar, na Capital, também estão sendo feitas obras de expansão em Campina Grande para ligação de indústria de calçados no bairro de Bodocongó e a ligação de clientes na avenida Liberdade, em Campina Grande.

A rede de distribuição do gás natural no Estado possui uma extensão de 312 km e está presente em 14 municípios (João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Conde, Alhandra, Santa Rita, Bayeux, Mamanguape, Queimadas, Ingá e Caldas Brandão (Cajá). Em João Pessoa, o gás canalizado está presente nos bairros de Jardim Oceania, Manaíra, Tambaú, Cabo Branco, Altiplano, Miramar e parte da Torre.

 

IMG_9729

 

Aviso de Audiência Pública Nº 002/2018

A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS – PBGÁS, em atendimento a Lei Estadual Nº 8.767 de 15/04/2009, comunica aos usuários e demais interessados, que realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA, com o objetivo de dar conhecimento e fundamentar a proposta de reajuste das tarifas do serviço público de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba, a vigorar a partir de 01 de maio de 2018.

Local: Auditório 01 do Espaço Cultural José Lins do Rego

Endereço: Rua Abdias Gomes de Almeida, 800, Tambauzinho, João Pessoa, PB

Data e horário: 17 de abril de 2018, às 09 h

A DIRETORIA

Isabela Assis, uma homenagem em poesia

8 mar 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Isabela Depoimento

Em comemoração ao dia Internacional da mulher, a PBGÁS escutou um pouco de suas colaboradoras sobre outras mulheres que foram importantes em sua trajetória pessoal e profissional. A nossa primeira personagem é Isabela Assis, analista na área de licitações da companhia há 10 anos, mãe de dois filhos, e que presta uma linda homenagem a sua mãe, Selma, que dedicou sua vida à educação. Em nome de Isabela, a PBGÁS parabeniza todas as mulheres que, ao mesmo tempo que são únicas, também são múltiplas.

 

 

Ela é a mulher mais importante

não porque é poliglota,

mas porque domina muito bem a língua universal,

aquela que mesmo na hora da bronca

nunca quer o meu mal.

 

Ela é a mulher mais importante

não porque viajou pelos quatro cantos do mundo,

mas porque soube como ninguém

ensinar o caminho a ser trilhado,

ainda que fosse tortuoso e complicado.

 

Quando olho para ela, já vejo um corpo cansado,

retrato dos anos que teimam em passar.

Mas essa sertaneja, tão brava e valente,

Me ensinou que pra ser gente de bem, é preciso lutar sem fim

E é por isso que minha mãe é a mulher mais importante pra mim.”

 

Isabela Assis

 

 

PBGÁS renova contrato de patrocínio com equipe de basquete sobre rodas

6 mar 2018   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

 

IMG_9453

 

A PBGás e a Associação Atlética das Pessoas com Deficiência (AAPD) firmaram novo contrato de patrocínio para apoiar a equipe de basquete sobre rodas e outras modalidades como atletismo e bocha.  O contrato de patrocínio, no valor de R$ 10 mil ao ano, foi assinado nesta segunda-feira (5) pelos diretores da companhia George Morais (presidente) e  Giovane Rosa (Diretor administrativo financeiro), pelo presidente da AAPD, Franswilame da Silva e o diretor Jean Klaud Azevedo

Para o diretor presidente da PBGás, George Morais, iniciativas de responsabilidade cidadã e que promovam a inclusão social fazem parte da cultura da Companhia, sempre atenta à parcerias e políticas que possam incentivar o esporte paraibano. Ele destacou que este é o segundo ano que a companhia patrocina a equipe de basquete sobre rodas que no ano passado revelou atletas para a seleção brasileira da modalidade. “A PBGás estimula programas de qualidade de vida e acredita no crescimento pessoal através de atividades físicas. Esses atletas paraolímpicos são exemplos de superação e nos inspiram na missão institucional de gerar energia e desenvolvimento para superação dos desafios”.

De acordo com o diretor administrativo financeiro da PBGás, Giovane Rosa, o esporte é uma forma de socialização e estimulo à vida para todas as pessoas, e com esse contrato a PBGÁS ratifica sua identidade de empresa socialmente responsável e apoia o desenvolvimento do paradesporto no Estado.

O presidente da AAPD e atleta, Franswilame Silva, afirmou que a renovação do patrocínio possibilitará o pagamento do aluguel e manutenção da casa de apoio dos atletas, principalmente os que vêm do interior e ajudará a trazer mais adeptos ao paradesporto paraibano, que já é referência nacional.

De acordo com o vice- presidente da associação, Jean Klaud Azevedo, a equipe de basquete sobre rodas da AAPD possui 15 atletas e comissão técnica e, ainda este ano, disputará a 2ª divisão do campeonato brasileiro de basquete sobre rodas em novembro e os jogos paraolímpicos da Paraíba em julho, com a participação de equipes de São Paulo e de estados nordestinos.

IMG_7736

 

Páginas:«123456789...39»