Notícias

Artigos da categoria "Notícias"

Tarifa do gás natural sofre reajuste a partir de fevereiro

1 fev 2021   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

site2121 

A tarifa do gás natural teve um reajuste médio de 3,3%, a partir do dia 1º de fevereiro, devido ao repasse de aumento do custo do gás por parte da supridora.  A nova estrutura tarifária foi apresentada em audiência pública no último dia 21 de janeiro e aprovada pela (Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), na edição de sábado (30), no Diário Oficial do Estado.

A PBGÁS está apenas repassando o aumento do custo do gás dado pela empresa supridora. Por outro lado, sem fazer qualquer majoração da margem da companhia. O objetivo sempre é manter a melhor competitividade do produto frente aos demais energéticos, os quais tiveram aumentos recentes de maiores valores.

Neste contexto, o reajuste será de 3,4% no segmento industrial, 3,4% no segmento automotivo (GNV), 3,9% no Gás Natural Comprimido (GNC), 2,0% no segmento comercial, 1,3% no segmento residencial, 4,3% no segmento EBVA (Energético de Baixo Valor Agregado), 4,3% no segmento de geração distribuída e 3,7% no setor cerâmico e de mineração.

 

PBGÁS realiza audiência pública para apresentar proposta de repasse dos custos de aquisição do gás canalizado na Paraíba

REUNIÃO-SITE-21

Na manhã desta quinta-feira (21 de janeiro), foi realizada audiência pública nº 001/2021, na sede da PBGÁS e transmitida online, sobre proposta de repasse dos custos de aquisição do gás canalizado no Estado da Paraíba, cujos avisos foram publicados no Diário Oficial do Estado nos dias 30 de dezembro de 2020, 07 e 13 de janeiro de 2021 e no jornal A União nos dias 30 de dezembro de 2020, 07 e 14 de janeiro deste ano.

Durante a audiência pública com a presença de representantes da PBGÁS, da Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB), do segmento industrial e de representantes dos postos de combustíveis, foram apresentados os fundamentos da proposta de reajuste das tarifas do gás natural, a partir de fevereiro de 2021, com objetivo dar transparência e publicidade às ações da companhia.

O índice médio de reajuste para o repasse dos custos de aquisição do gás natural apresentado pela companhia foi de 3,4%, sendo de 3,4% para o segmento da indústria, 2,1% para o comercial, 1,4% para o residencial, 3,4% para o GNV, 4,0% para o GNC, 4,3% para geração distribuída, 3,8% para cerâmico e mineração e 4,0% para EBVA (Energéticos de Baixo Valor Agregado).

 

As novas tarifas serão adotadas após a aprovação da ARPB e devem valer a partir de 1º de fevereiro. A PBGÁS se coloca à disposição da sociedade através de seus segmentos de mercado, para estudar formas de incentivar o aumento de consumo considerando as diversas vantagens do uso de Gás Natural, assim como dar continuidade a seu plano de investimentos para disponibilizar os benefícios por todo o estado da Paraíba.

A ata com os resultados da reunião, a apresentação dos fundamentos da medida e o vídeo da audiência estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

 

Apresentação: 

h) Apresentação AP 001-2021 (21.01.2021)

Ata da Reunião 

AP 001-2021 – Ata (21.01.2021)

Vídeo da Audiência 

https://web.microsoftstream.com/video/f56c1cc6-b197-454b-8397-9340dd3476b7?referrer=https:%2F%2Fwww.office.com%2F

 

 

 

 

 

PBGÁS e secretários de Estado discutem ações para fortalecer segmento do GNV na Paraíba

20 jan 2021   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Reunião vídeo conferência 1

A diretoria executiva da PBGÁS se reuniu na tarde desta quarta-feira (20) com o secretário estadual de Infraestrutura, dos Recursos Hídricos e do Meio Ambiente, Deusdete Queiroga e o secretário da Fazenda, Marialvo Laureano, para discutir ações de incentivo ao Gás Natural Veicular (GNV) no estado.

Durante a reunião realizada por vídeo conferência, foi apresentado estudo mercadológico e ações que possam reforçar a competitividade do GNV na Paraíba de forma a beneficiar toda a cadeia produtiva, a exemplo das convertedoras, motoristas, postos de combustíveis e o Estado. Participaram da reunião o diretor-presidente da PBGÁS, Jailson Galvão, o diretor-técnico comercial, Paulo Campos, a diretora administrativa Taciana Amaral, além do secretário executivo da Receita do Estado,  Bruno Frade e gerente de mercado automotivo, Alairson Gonçalves.

O diretor-presidente da PBGÁS, Jailson Galvão destacou que foi uma reunião produtiva e esclarecedora no sentido de buscar fortalecer a competitividade do GNV na Paraíba.

 

 

 

 

PBGÁS inicia obras de expansão da rede de gás natural no Bessa

18 jan 2021   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

IMG_8804

A Companhia Paraibana de Gás (Pbgás) iniciou esta semana as obras de implantação da rede de distribuição de gás canalizado nos bairros do Bessa e Jardim Oceania. Serão investidos mais de R$ 3 milhões para implantação de 11,2 km de gasodutos que possibilitarão levar o gás natural canalizado a prédios e comércios no bairro com alto potencial dos mercados residencial e comercial.

As obras estão sendo realizadas na avenida Argemiro de Figueiredo, principal via de acesso as praias e que abriga comércios, bares e restaurantes. Equipamentos modernos e uma máquina com furo direcional estão sendo utilizados para a instalação da rede de gasoduto de forma a minimizar os danos ambientais, possibilitar uma rápida recomposição do asfalto e evitar transtornos para o trânsito de veículos no local.

De acordo com o diretor-presidente da Pbgás, Jailson Galvão, a companhia inicia o ano com obras de extensão da rede de gasoduto em João Pessoa e, em breve, inicia em Campina Grande, num investimento de mais de R$ 7 milhões. “São investimentos consideráveis para que cada vez mais paraibanos possam usufruir das vantagens do gás canalizado, como o pagamento após o uso, a segurança, já que é mais leve que o ar, a praticidade e a economia, que varia entre 20% a 30% em relação ao gás de botijão (GLP).

O diretor técnico-comercial da Pbgás, Paulo Campos, destacou o potencial imobiliário e turístico do Bessa que abriga bares, restaurantes e condomínios residenciais de grande porte e que ganhará esse reforço em sua infraestrutura com a distribuição do gás canalizado.  “Após a conclusão das obras de gasoduto acreditamos que já nos próximos meses faremos a ligação dos primeiros prédios e estabelecimentos comerciais da região. A chegada do gás natural no Bessa é um marco importante para a Pbgás”.

Infraestrutura

 

A PBGÁS possui uma rede de distribuição do gás natural no Estado com uma extensão de 332 km e está presente em 14 municípios (João Pessoa, Campina Grande, Cabedelo, Conde, Alhandra, Santa Rita, Bayeux, Mamanguape, Queimadas, Ingá e Caldas Brandão (Cajá). Em João Pessoa, o gás canalizado está presente nos bairros do Aeroclube, Manaíra, Tambaú, Cabo Branco, Altiplano, Miramar, Brisamar, Torre e chega agora a Jardim Oceania e Bessa, ampliando ainda mais o número de usuários beneficiados pelas vantagens do gás natural canalizado.

 

 

 

 

Eleição: Funcionários elegem representantes da CIPA-2021/2022

8 jan 2021   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

Os primeiros membros da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), para o mandato 2021/2022, foram eleitos nesta quinta-feira (7 de janeiro).

Em votação online, devido a pandemia da Covid-19, Ilma Lima obteve 15 votos, Eduardo Potiguara teve 14 votos, Thiago César 13 votos e Gerson Queiroz 5 votos. A diretoria executiva da PBGÁS caberá indicar outros 4 (quatro) designados, mais o designado de Campina Grande, para compor o quadro completo da CIPA 2021/2022.

A CIPA é responsável pela realização de ações de prevenção de acidentes, prevenção à saúde e, principalmente, a segurança dos colaboradores da companhia.

período da gestão da CIPA será de 1 ano e uma série de atividades serão desenvolvidas, a exemplo da Semana de Prevenção de Acidentes no Trabalho, Meio Ambiente e Saúde (SIPATMA). A PBGÁS agradece a participação de todos e deseja sucesso no trabalho dos novos cipeiros!

Aviso de Audiência Pública Nº 001/2021

A COMPANHIA PARAIBANA DE GÁS – PBGÁS, em atendimento a Lei Estadual Nº 8.767 de 15/04/2009, comunica aos usuários e demais interessados que realizará AUDIÊNCIA PÚBLICA, com o objetivo de dar conhecimento e fundamentar a proposta de repasse do aumento do custo do gás natural às tarifas do serviço público de distribuição de gás canalizado no Estado da Paraíba, a vigorar a partir de 01 de fevereiro de 2021.

 

A audiência será realizada de forma virtual no dia 21 de janeiro de 2021, às 10h, e qualquer interessado poderá participar através do link de acesso que será disponibilizado no site da PBGÁS (www.pbgas.com.br).

 

A DIRETORIA

PBGás fará ampliação de rede de gás para atender Polo da Moda de Campina Grande

25 nov 2020   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

polo da moda 2 ok

A Companhia Paraibana de Gás (PBGás) irá realizar estudos para estender sua rede de gasoduto para fornecimento de gás natural ao Polo da Moda de Campina Grande, localizado no Complexo Aluízio Campos, que contará com mais de 1300 lojas de confecções, calçados, acessórios, um polo de eventos e serviços como Casa da Cidadania e Lotérica.

Durante reunião realizada nessa terça-feira (24) com empresários que fazem parte do polo, Joseilton Souto, sócio do empreendimento, e a gerente de negócios Patrícia Alves apresentaram aos representantes da PBGás o empreendimento, cuja primeira etapa será entregue no segundo semestre de 2022. Participaram da reunião o diretor-presidente da PBGás, Jailson Galvão, o diretor técnico comercial, Paulo Campos, e os gerentes de Mercado, Alairson Gonçalves e Regional, Renato Vilarim.

De acordo com o diretor-presidente da PBGás, Jailson Galvão, a companhia apoia ações empreendedoras que coloquem os pequenos empresários em um ambiente moderno, próspero e com alto potencial de crescimento. “Neste cenário vamos investir para levar a nossa rede de gás até o Polo da Moda com o acompanhamento técnico ao longo do projeto para adaptação das mais variadas aplicações do gás em cocção, aquecimento de água, climatização dentre outros”, destacou Jailson Galvão.

Incentivo Fiscal – A gerente de negócios do Polo da Moda, Patrícia Alves, afirmou que a escolha de Campina Grande também se deu pelo arranjo produtivo local, em torno de calçados e confecções, que foi ainda mais potencializado pelo Decreto Estadual n.40697, de 03/11/2020, do Governo do Estado, que simplifica o recolhimento do ICMS para indústria e varejo de confecção, com aplicação de 2% para indústria e de 3% para varejistas, que não possuam outros benefícios fiscais, atendendo Campina Grande e mais 53 municípios paraibanos.

Patrícia Alves acrescentou que potencializando o desenvolvimento trazido pelo Decreto, válido já a partir de janeiro de 2021, o Polo da Moda Campina Grande está localizado na região com potencial hídrico, que já foi beneficiado pela transposição das águas do Rio São Francisco, e o mais importante, tem a disponibilização da rede de gás natural, através da PBGás, o que fortalece não apenas o empreendimento, mas todas as indústrias no município, que podem se instalar e serem beneficiadas com as vantagens do gás canalizado.

 

PBGÁS e FIEP vão formar Grupo de Trabalho para tratar sobre os efeitos da nova lei do gás no mercado

20 nov 2020   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

FIEP 2

Durante reunião nesta sexta-feira (20) entre diretores da PBGÁS e da Federação das Industriais do Estado da Paraíba (FIEP), foi definido a formação de um Grupo de Trabalho para tratar sobre os efeitos da nova lei do gás aprovada pela Câmara Federal e em tramitação no Senado Federal. A proposta do grupo técnico é discutir a nova legislação para a indústria do Gás Natural e enxergar oportunidades para o mercado local do estado da Paraíba.

 

Na ocasião, o novo diretor-presidente da PBGÁS, Jailson Galvão, foi apresentado aos diretores da FIEP, Francisco Gadelha (Presidente), Magno Rossi e Renato Lago.   O diretor Técnico Comercial da PBGÁS, Paulo Campos,

o gerente de Mercado, Alairson Gonçalves e Regional, Renato Vilarim também participaram do encontro e falaram sobre a retomada do cons

umo do gás natural e as perspectivas de retomada do segmento industrial na Paraíba.

 

O diretor-presidente da PBGÁS, Jailson Galvão, destacou que a reunião possibilitou estreitar os laços e definir um grupo técnico para avaliar as oportunidades para os clientes comerciais e uma agenda comum de fortalecimento do segmento industrial neste período de retomada da economia e de abertura do mercado de gás natural. Ele destacou a proposta de realização em 2021 de um wokshop com representantes do governo do Estado,  do setor privado e da PBGÁS sobre as perspectivas e oportunidades com a nova lei do gás com profissional de renome nacional.

 

O diretor-técnico comercial da PBGÁS, Paulo Campos, ressaltou o esforço da companhia durante a pandemia como a redução de 8,2%, em maio, e 16,9%, em agosto, na tarifa de gás natural para a indústria, parcelamento das faturas e suspensão de cortes durante o período mais crítico da pandemia. “Precisamos estar bem afinados com as mudanças regulatórias do gás e desafios da companhia para ampliar a rede de fornecimento e do segmento industrial para atravessarmos da melhor maneira essa crise e nos fortalecermos nessa retomada da economia”.

Nova lei do Gás-

 

O Projeto de Lei (PL) nº 6.407/2013, o novo marco para o setor de gás natural, chamado de Nova Lei do Gás, foi aprovado pela Câmara dos Deputados e tramita no Senado Federal.

A Nova Lei do Gás consolida os avanços necessários para a formação de um mercado de gás natural aberto, dinâmico e competitivo, promovendo condições para a redução do seu preço e, com isso, contribuir para a retomada econômica do País. A concorrência gerada irá promover retomada da competitividade da indústria nacional, especialmente nos segmentos de celulose, fertilizantes, petroquímica, siderurgia, vidro e cerâmica, além de impactos relevantes para o agronegócio, gerando mais empregos e renda para o brasileiro.

Prêmio Cantaloupe é entregue a participantes do Restaurant Week

18 nov 2020   //   por Clóvis Augusto Guimarães Gaião de Queiroz   //   Notícias

restaurante week

Aconteceu na tarde de ontem (17) a entrega do Prêmio Cantaloupe e encerramento da Paraíba Restaurant Week 2020. O evento no Quality Hotel, reuniu imprensa, influenciadores, donos de restaurantes e patrocinadores do evento, como a Companhia Paraibana de Gás (PBGÁS).

 

Durante a premiação, foram apresentados os melhores restaurantes, pratos e chefs da Paraíba que marcaram presença nesta edição da Restaurant Week 2020. Ao todo, 28 restaurantes participaram do evento, foram vendidos mais de 13 mil menus, com faturamento de mais de R$ 1 milhão e mais de R$ 7 mil arrecadados para a ONG Milagre Sertão, que desenvolve trabalhos sociais em municípios paraibanos.  O diretor-presidente da PBGÁS, Jailson Galvão e representantes da Cantaloupe entregaram a premiação aos três restaurantes que mais arrecadaram doações para a ONG Milagres do Sertão.

 

Jailson Galvão, destacou que iniciativas como essas vem num esforço de cada instituição deve fazer para promover a retomada a atividade econômica com a movimentação de mais de R$ 1 milhão e mais de R$ 7 mil arrecadados para ações sociais junto a pessoas de baixa renda. “A PBGÁS se sente honrada em fazer parte desse movimento pela recuperação deste importante setor que é a gastronomia em nosso Estado”.

 

 Confira abaixo a lista dos premiados:

Melhor entrada:

Al Dente – Pulled Pork

 

Melhor prato principal:

Almadouro – Cordeiro com couscous marroquino

 

Melhor sobremesa:

Matterello – Cannolis de ricota e limão siciliano

 

Melhor atendimento:

Santa Grelha

 

Melhor ambiente:

Estação Bananeiras

 

Prêmio revelação:

Meat Up

 

Prêmio de Arrecadação para ONG Milagre Sertão:

1° Feli – R$ 1.093,00

2° Adega – R$ 863,00

3° Mercado – R$ 774,00

Resultado da Audiência Pública N° 001/2020

21 out 2020   //   por Administrador   //   Audiências Públicas, Notícias

Na manhã dessa terça-feira, 20 de outubro de 2020, na sede da Companhia Paraibana de Gás, foi realizada Audiência Pública nº 001/2020, com transmissão ao vivo através de link disponibilizado no site da PBGÁS.

A Audiência foi convocada através de avisos publicados no Diário Oficial do Estado e no Jornal A União nos dias 3, 9 e 16 de outubro 2020 e no site da Companhia na internet, além dos comunicados enviados nas faturas dos clientes de todos os segmentos.

Na Audiência Pública, que teve a participação de representantes da ARPB e de usuários do gás natural, foi apresentada a nova estrutura tarifária por segmento, após o aumento do custo do gás promovido pela supridora, a vigorar a partir do dia 1º de novembro de 2020, após a homologação pela Agência de Regulação do Estado da Paraíba (ARPB).

A ata com os resultados da reunião e a apresentação dos fundamentos da medida estão à disposição de qualquer interessado nos links abaixo:

AP 001-2020 – Apresentação (20.10.2020)
AP 001-2020 – Ata (20.10.2020)
Vídeo da audiência pública

Páginas:«1234567...46»